‘Serei candidata em qualquer cenário’ | Fábio Campana

‘Serei candidata em qualquer cenário’

Por Denise Mello, Banda B

Mulher do ministro Ricardo Barros, a vice-governadora garante que será candidata ao governo em qualquer cenário

O governador Beto Richa (PSDB) vai apoiar a candidatura de sua vice, Cida Borghetti (PP) ao governo do Paraná em 2018? Ele irá deixar o cargo em abril para disputar uma das vagas ao senado, deixando assim a cadeira de governadora para Borghetti? Quem pensa que as respostas destas perguntas é que vão definir se a esposa do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP) será candidata ao Governo em 2018, está enganado. É o que garante a própria vice-governadora. Segundo ela, em qualquer cenário, a candidatura ao governo é certa.
“Quando voltei ao PP já assumi a missão de ser a primeira mulher a me tornar governadora efetiva do Paraná. Espero contar com o apoio da ampla aliança que sempre esteve com o governador Beto Richa, ter o apoio dele e mais ainda, ter também a possibilidade de assumir efetivamente o cargo de governadora em abril do ano que vem, caso ele seja candidato a uma das duas vagas ao Senado. Mas independente dele sair ou não em abril, a decisão de disputar o governo está tomada em qualquer condição”, afirmou Cida Borghetti em entrevista à Banda B nesta terça-feira (10).

O prazo estipulado pela legislação eleitoral para o governador Beto Richa renunciar ao cargo, caso confirme a sua candidatura ao Senado, é no início de abril. Tudo indica que isso deva ocorrer, apesar de não haver até o momento uma confirmação oficial por parte do tucano. “É uma decisão pessoal do governador, mas temos seis meses até o fim deste prazo para a desincompatibilização e vamos ver como as coisas caminharão”.

Duas vezes deputada estadual e deputada federal e com uma trajetória política marcada pela saúde preventiva, combate ao câncer de mama e políticas voltadas à primeira infância, Cida Borghetti garante que chegou o momento de assumir o governo de forma definitiva. Para isso, tem como maior articulador e cabo eleitoral o marido, Ricardo Barros. “Ele é um grande entusiasta da minha candidatura e sempre apoiou a valorização da mulher na política. Contar com o apoio dele como grande líder é fundamental”, diz a vice-governadora.

Cida Borghetti não trabalha com a hipótese do governador apoiar outro candidato na eleição para o governo, já que o pré-candidato Ratinho Jr, deputado estadual pelo PSB, e da base aliada, também já declarou que conta com o apoio do tucano. “Obviamente que espero muito contar com o apoio do governador. Ele está bastante confiante com a melhora nas pesquisas de opinião pública e vem desenvolvendo um trabalho diferenciado e de sucesso ao compararmos a situação fiscal do Paraná com de outros estados, que em alguns casos nem dinheiro para a folha de pagamento tem”, disse a pré-candidata do PP.

A vice-governadora é mulher do ministro da Saúde, Ricardo Barros, e mãe da ex-candidata à prefeitura de Curitiba Maria Victoria.


7 comentários

  1. Henry
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 14:23 hs

    CANDIDATA A QUÊ MESMO??? VAI TER VOTO SÓ NA REGIÃO DE MARINGÁ…

  2. Jose nascimento
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 14:48 hs

    A cida e uma gracinha, .. Em falar que e candidata em qualquer cenário, quando que os Barros ficaram de fora dessa mamata, e a única coisa que sabem fazer, e sempre estão dentro do poder, seja la qual for o governo, de esquerda ou direita. Não larga o osso.

  3. Antonio
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 14:49 hs

    Pessoa simples e competente. Tem o meu voto!

  4. Thaís Tatiane
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 14:52 hs

    Conheço pouco, mas os candidatos que estão aí ela me parece ser a melhor

  5. FERNANDO
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 19:21 hs

    Parabéns, Cida, na minha opinião a Senhora e o Ratinho Junior, deveriam sentar em uma mesa e chamar o Governador Beto Richa, Secretários de Estado e alguns Deputados de confiança e lançar um plano para a candidatura em 2018. Esse grupo, deve formar um pacto para derrotar os irmãos Dias, pois esses dois irão embolsar todos vocês. Cida esses safados dos irmãos Dias ficaram ricos na política, o Osmar ( o Caim), é um petista roxo, têm uma das maiores fazendas no Estado de Tocantins. Esse safado fala que é candidato a Governador é pura mentira existe um pacto com seu irmão para o mesmo na última hora sair candidato a Senador e o Álvaro a Governador do Estado, pois o Brasil todo sabe que a candidatura à Presidente do Álvaro Dias não decola. Em suma como já falei acima fiquem de olho aberto, porque os irmão Dias vão embolsar vocês todos. Vocês ainda não perceberam que os irmãs somente pensam em dinheiro e no final repartir a sobra de campanha.

  6. Roberto rodrigues
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 19:51 hs

    Fraca. Fraca. Nem Maringá vai entrar nessa.

  7. A CULPA É DO FHC
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 20:39 hs

    CANDIDATA EM QUALQUER CENÁRIO?

    ATÉ QUANDO BETO RICHA FAÇA UM CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTA SE APOSENTE E A INDIQUE PARA O CARGO MAIS COBIÇADO DO MUNDO!

    DEPOIS O MARIDO DA CIDA SERÁ CANDIDATO AO SENADO COM BETO RICHA.

    ESSE É O CENÁRIO!

    QUE NÃO SE LEMBRA QUE O CUNHADO DA CANDIDATA ERA CANDIDATO AO GOVERNO “EM QUALQUER CENÁRIO” O QUE OCORREU? FOI CANDIDATO? NÃO !!

    CEDEU A VAGA PARA A CUNHADA SER VICE-GOVERNADORA!

    ESSA É A TÁTICA DOS BARROS!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*