Moro em outra galáxia | Fábio Campana

Moro em outra galáxia

“[…] qualquer assunto de natureza criminal alusivo à Petrobras e, agora, ao que parece, à Odebrecht, estão a tramitar, sempre e sempre, perante a 13ª Vara de Curitiba (não importa se o locus delicti for outro Planeta da Galáxia)”.
Os advogados de Antônio Palloci, que não querem que Sergio Moro julgue seu cliente.


3 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 19 de junho de 2017 – 13:29 hs

    É de se estranhar que um princípio comezinho de direito – o do local do crime como competente para sediar o julgamento do mesmo – seja assim achincalhado pela mídia. Essa gente que demoniza o amplo direito de defesa e o devido processo legal quer, na verdade, o passo de ganso, o bater de calcanhares, os braços estendidos ao seu líder, com a saudação: sieg heil! Livrai-nos desse mal.

  2. segunda-feira, 19 de junho de 2017 – 15:02 hs

    “Verborrágicos. Dicotômicos. Prolixos. Chicaneiros. É o famoso, conhecido e surrado ‘Jus Sperniandus’. Pseudos intelectualizados juridicamente falando. Usam de filigranas para tentar justificar o INJUSTIFICÁVEL. Defender o INDEFENSÁVEL. O cliente deles está tendo, como sempre teve, direito a ampla defesa e ao contraditório. Em nenhum momento nos autos lhe foi negado esse princípio universal do direito. Podem choramingar a vontade!…” – Profº Celso Bonfim

  3. eleitor desmemoriado
    segunda-feira, 19 de junho de 2017 – 18:59 hs

    Porquê será, tem medo do quê? O juiz Sérgio Moro se notabilizou pelo acerto na aplicação de penas aos réus, prova disto é que somente 4% das penas por ele aplicadas foram reformadas pelo pleno do tribunal da 4ª Região. Algumas até para mais.

Deixe seu comentário: