Corte de investimentos de Dilma atinge em cheio Educação e Saúde

índice
Corte de investimentos do governo Dilma atinge em cheio a Educação e a Saúde, mostra levantamento do PSDB

A desastrada política econômica do governo da presidente Dilma Rousseff já é responsável pela queda dos investimentos em diversos setores da administração pública. Um levantamento realizado pelo PSDB com base em dados oficiais mostra que, na tentativa de conter os efeitos da crise e sanar um rombo bilionário nas contas públicas, o governo federal promoveu cortes expressivos nos índices de investimento entre os anos de 2014 e 2015.

Na área da Educação, por exemplo, a queda nos investimentos foi de 37%, de R$ 8,7 bilhões para R$ 5,4 bilhões no orçamento. Vale lembrar que a gestão da presidente Dilma definiu o slogan “Pátria Educadora” como seu principal lema. Já nos Transportes, que sofrem com obras superfaturadas, paradas ou incompletas, o corte foi de 35%. Os R$ 12,4 bilhões do orçamento transformaram-se em R$ 8 bilhões.

Na Saúde, uma das áreas mais importantes e negligenciadas, o investimento caiu 4,76% – de R$ 4,4 bilhões para R$ 4,2 bilhões. Mais da metade do orçamento das políticas de Combate à Fome também sofreu cortes, de R$ 743 milhões para R$ 236 milhões, o equivalente a 68%.

Para o deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF), o governo deixou de investir em áreas de vital importância para sustentar o seu próprio custeio. O parlamentar salientou a importância do levantamento feito pelo PSDB, que assume o papel de verdadeira oposição ao fiscalizar as contas públicas e cobrar melhorias da gestão petista.

“Hoje a gente vive em função da máquina pública, sobra pouco para investir. Não à toa, vivemos esse caos na saúde, nos transportes, na educação. O governo privilegia o custeio, a folha de pagamento quase toma conta da arrecadação. Esses dados que estamos vendo são reflexo do desgoverno da gestão Dilma Rousseff porque, sem investimento, não conseguimos melhorar a qualidade de nada”, afirmou.

O tucano destacou que “no afã de ganhar a eleição e de ‘fazer o diabo’”, o PT acabou atropelando seus próprios governados, a população brasileira, levando o país à recessão.

“A crise econômica sem precedentes que estamos vivendo compromete o investimento e toda a gestão. Perdemos índices de avaliação e, consequentemente, investimentos privados porque sem segurança jurídica, e com essa má gestão, indefinição política e incapacidade de melhorar a economia, se reduzem os investimentos, tanto do governo como da iniciativa privada”, completou Izalci.

O levantamento realizado pelo PSDB evidenciou outros índices alarmantes. Na área da Defesa, por exemplo, o orçamento sofreu uma queda de 39%, de R$ 10,4 bilhões para R$ 6,3 bilhões. No Meio Ambiente, o corte foi de 65%, de R$ 10,4 bilhões para R$ 6,3 bilhões. A Aviação Civil teve uma queda de 29% nos investimentos – de R$ 274,2 milhões para R$ 193,4 milhões -, enquanto as Relações Exteriores sofreram um corte de 50,5%, de R$ 49 milhões para R$ 24,2 milhões.

Entre as áreas que tiveram mais verbas cortadas está o Ministério das Comunicações. A queda foi de 73%, de R$ 115 milhões para R$ 31,2 milhões. Já o setor que mais sofreu com o desequilíbrio fiscal do governo Dilma foi o Desenvolvimento Agrário. O corte nos investimentos foi de 91,6%. Onde antes eram gastos R$ 3,8 bilhões, hoje gastam-se R$ 326 milhões.


8 comentários

  1. Luiz Eduardo
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2016 – 22:40 hs

    Quando o factóide da tal pátria educadora vai por água abaixo, resta termos, a polícia matadora.

  2. FUI !!!
    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 5:43 hs

    O desastre já anunciado do governo do PT empurrou o Brasil la-
    deira abaixo e dificilmente nas próximas décadas voltará ao pata-
    mar zero. Povo (sem saúde em primeiro lugar) e educação é sinô-
    nimo de desastre. Nação sem investimentos é sinônimo de desem-
    prego e freada no progresso. O que esperar !?

  3. COMANDO
    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 8:27 hs

    E mais Setores de Fiscalização também… quem sofre o povo.

  4. tadeu rocha
    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 8:34 hs

    …. ISSO JÁ ERA ESPERADO, PORQUE, TUDO QUE ESSES LADRÕES ROUBARAM, QUEM VAI PAGAR É POVO, ISSO É CERTO, DILMA VOCÊ VAI ATINGIR EDUCAÇÃO QUE JÁ ESTA FEIO, ATINGIR SAÚDE QUE ESTA UM HORROR, PERGUNTO A VOCE DILMA, PORQUE VOCÊ NÃO CORTA ESSAS VERBAS BILHONÁRIAS NESSES JOGOS DO RIO, ISSO VOCÊ NAO PODE CORTAR, ESSES JOGOS SÃO MAIS IMPORTANTE QUE A SAÚDE EDUCAÇÃO SEGURANÇA ETC. NAO TEM RESPOSTA ISSO É UMA VERGONHA, SERÁ QUE OS BRASILEIROS JÁ ACEITARAM ISSO, OLHE ONTEM EM CTBA FALTANDO UMA SEMANA SUSPENDERAM CASO CARLI , E FICA DITO PELO NÃO DITO, VAMOS MUDAR BRASIL EM GERAL,

  5. henry
    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 10:09 hs

    ESTE (des) GOVERNO corruPTo, ALÉM DOS ROUBOS PRATICADOS EM VÁRIOS MINISTÉRIOS, BANCOS E ESTATAIS, TAMBÉM ESTÃO ROUBANDO A ESPERANÇA DOS APOSTADORES DE SUAS LOTERIAS. EXEMPLO, mega sena. POR SER A APOSTA DE MAIOR ARRECADAÇÃO, PERCEBAM A QUANTIDADE DE VEZES QUE ESTE JOGO ESTÁ ACUMULANDO. O NEGÓCIO É BOICOTAR E NÃO JOGAR NA MEGA SENA.

  6. MANOEL BOCUDO
    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 10:41 hs

    COM VCS A PÁTRIA EDUCADORA DA MAIOR CICLISTA DAS AMÉRICAS, A RAINHA DAS PEDALADAS, AGORA ELA VAI
    PEDALAR NA CABEÇA DOS ESTUDANTES. O MINISTRO
    DA EDUCAÇÃO É UM PAU MANDADO. SAÚDE, EDUCAÇÃO
    E TRANSPORTE COM NOTA ABAIXO DE 2. QUE BELO
    DESGOVERNO O BARBUDO ARRUMOU PARA O POVO.

  7. Cesar
    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 11:16 hs

    É a Pátria Enganadora!
    Não vi nenhum manifesto do sindicato de professores contra a corte de verbas na educação.Por que será?Será que a APP Sindicato vai organizar algum protesto sobre isso?

  8. Do Interior....
    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 15:26 hs

    O Governador também deveria cortar verbas da educação. Daí veríamos o APP-PT-MST-Sindicatozinho despertar.

    O ódio do PT só vale quando o corte é para a oposição.

    Fora PT
    Fora APP
    Fora Foro de São Paulo
    Fora OAB e STF infestado de petistas

Deixe seu comentário: