Ibope: Dilma 40%, Marina 24% e Aécio 19% | Fábio Campana

Ibope: Dilma 40%, Marina 24% e Aécio 19%

ibope dilma aécio marina 02.10

Do G1:

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 205 municípios entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00942/2014.

Veja a pesquisa completa.

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (2) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
– Dilma Rousseff (PT): 40%
– Marina Silva (PSB): 24%
– Aécio Neves (PSDB): 19%
– Pastor Everaldo (PSC): 1%
– Luciana Genro (PSOL): 1%
– Zé Maria (PSTU): 0%*
– Eduardo Jorge (PV): 0%*
– Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
– Eymael (PSDC): 0%*
– Levy Fidelix (PRTB): 0%*
– Mauro Iasi (PCB): 0%*
– Branco/nulo: 8%
– Não sabe/não respondeu: 7%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%

A pesquisa foi paga pelo próprio Ibope.

Votos válidos

Se forem excluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição, os índices são:

Dilma – 47%
Marina – 28%
Aécio – 22%
Luciana Genro – 1%
Pastor Everaldo – 1%
Outros com menos de 1% – 1%

Para vencer a disputa no primeiro turno, um candidato precisa de 50% mais um dos votos válidos.

Segundo turno
O Ibope também simulou três cenários de segundo turno. São eles:

Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB)
– Dilma Rousseff: 43%
– Marina Silva: 36%
– Branco/nulo: 12%
– Não sabe/não respondeu: 8%

Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB)
– Dilma Rousseff: 46%
– Aécio Neves: 33%
– Branco/nulo: 12%
– Não sabe/não respondeu: 9%

Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB)
– Marina Silva: 38%
– Aécio Neves: 33%
– Branco/nulo: 18%
– Não sabe/não respondeu: 11%

Rejeição

De acordo com a pesquisa, a presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os números:
– Dilma Roussef: 29%
– Aécio Neves: 20%
– Marina Silva: 18%
– Pastor Everaldo: 13%
– Levy Fidelix : 13%
– Eymael: 10%
– Luciana Genro: 10%
– Zé Maria: 9%
– Mauro Iasi: 8%
– Rui Costa Pimenta: 8%
– Eduardo Jorge: 7%

Avaliação do governo

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 39% dos eleitores entrevistados – no levantamento anterior, divulgado no último dia 30, o índice era de 38%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliam o governo como “ótimo” ou “bom”.
Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” são 26%, segundo o Ibope (eram 28% na última pesquisa). Para 33%, o governo é “regular” – mesmo índice do levantamento anterior.
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
– Ótimo/bom: 39%
– Regular: 33%
– Ruim/péssimo: 26%
– Não sabe/não respondeu: 2%


5 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 19:29 hs

    Marina ou Aécio no segundo turno. E quem dançar há que ter o desprendimento de apoiar quem vai enfrentar Vanda Rousseff.

    E, como nos estados, o PT sairá enfraquecido, deve eleger três ou quatro no pau da viola, é hora de os governadores eleitos não pararem a campanha e trabalharem para canalizar os seus votos para derrotar a apedeuta.

  2. quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 20:00 hs

    No DATAFLOHA que mais nova dá empate técnico entre Aécio e Marina . já o IBOPT deu uma diferença que pode ser corrigida em 3 dias. Vou de Aécio porque não quero saber das 2 PTistas

  3. Relho
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 20:17 hs

    Este instituto sempre tem um número expressivo de

    BRANCO.NULLO/ NAOSABE.NÃORESPONDEU…..

    muito conveniente e sempre usado depois das apurações , para justificar o

    suposto erro , que na verdade é intencional …..

  4. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 20:24 hs

    Deu agora no JN as atrocidades cometidas pelo Estado Islâmico contra aqueles que se manifestam contra as suas atitudes.
    Num país com um eleitorado mediamente esclarecido, ninguém votaria em Dilma Rousseff depois da sua manifestação pregando o diálogo com os terroristas.

  5. Perguntador
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 11:14 hs

    É, Parreiras, mas na Banânia prevalece sempre a imbecilidade. Pelo jeito a Terrorista que quer negociar com os cortadores de cabeça vai acabar levando. Pobre país de medíocres.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*