STJD pune Atlético com 12 mandos de campo por briga; Vasco pega 8 jogos

Do UOL Esporte:

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) julgou durante quase quatro horas desta sexta-feira os clubes e entidades envolvidos na briga generalizada na Arena Joinville. Atlético-PR e Vasco foram multados e perderam, respectivamente, 12 e 8 mandos de campo na temporada de 2014. Nos dois casos, os clubes farão a metade das partidas com portões fechados. As federações paranaense e catarinense e o árbitro foram absolvidos.

O Atlético-PR foi multado em R$ 120 mil, enquanto o Vasco será punido com R$ 80 mil pelos atos de seus torcedores em Joinville. Os dois clubes já confirmaram que irão recorrer da decisão tomada pelo STJD nesta sexta-feira. Um novo julgamento já está marcado para o dia 27 de dezembro.

A pena é válida para competições organizadas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Ou seja, os clubes terão de cumprir o gancho durante as disputas da Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Ainda cabe recurso, mas dificilmente a decisão será alterada.

Ambos estão liberados para atuar em suas respectivas praças nos campeonatos estaduais. No caso do Atlético-PR, também nas partidas pela Copa Libertadores da América.

Vasco e Atlético-PR foram defendidos por Luciana Lopes e Domingos Moro, respectivamente. O advogado do clube rubro-negro sugeriu a condição de cumprir a pena ao fazer jogos com portões fechados, já que considerou a decisão de mudar o local das partidas como falida.

Já Luciana Lopes colocou a responsabilidade no clube mandante, federações e CBF. A advogada criticou o árbitro por não perceber a ausência de policiamento em um confronto chamado por ela de “tragédia anunciada” em razão da situação dos times no Brasileirão. A defesa vascaína pediu absolvição e admitiu apenas multa no processo.

Mandante do jogo, o clube paranaense foi enquadrado no artigo 191 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que fala em “deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de medidas para garantir a segurança dos torcedores antes, durante e após a realização da partida”, além do artigo 211, por “deixar de manter o local indicado para a realização da partida com infra-estrutura necessária a assegurar a plena garantia e segurança para a sua realização”.

As agremiações também foram denunciados duas vezes no artigo 213, por deixarem de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens na praça de desporto, além de atirar objetos no gramado.

As federações paranaense e catarinense foram denunciadas no artigo 191, e o árbitro no artigo 261-A (deixar o árbitro, auxiliar ou membro da equipe de arbitragem de cumprir as obrigações relativas à sua função). Todos os três últimos foram absolvidos pela quarta comissão disciplinar.


6 comentários

  1. sexta-feira, 13 de dezembro de 2013 – 20:43 hs

    Só isso ?

  2. Bacharel em Direito
    sábado, 14 de dezembro de 2013 – 11:17 hs

    Parabéns a Polícia Civil do Paraná (DEMAFE) foi a que trabalhou melhor e mais rápido identificando, qualificando e fornecendo endereço de 22 selvagens que participaram da barbárie de Joinville.

  3. justino bonifacio martins
    sábado, 14 de dezembro de 2013 – 11:36 hs

    Está errada a punição. Os bons torcedores que levamseus filhos aos estádios não podem e não devem ser punidos por causa de malacos, bandidos travestidos de torcedores. Ao FECHAREM OS PORTÕES estão penalizando os bons e beneficiando os maus “torcedores”. Fichem esses canalhas, distribuam cartazes com suas fotos na portaria dos estadios e não os deixem entrar. Está certo punir os times para que eles “domestiquem” esses “torcedores” que parecem mais cães raivosos.

  4. Pedro Rocha
    sábado, 14 de dezembro de 2013 – 14:18 hs

    E o teu time, que invadiu literalmente o campo, com agressão inclusive a policiais,e nem isso teve?
    Pelos critérios adotados ao coxa,o Atlético deveria ser julgado nas Pequenas causas, e absolvido por unanimidade.

  5. voto nulo
    sábado, 14 de dezembro de 2013 – 18:51 hs

    Muito pouco! E na libertadores e no paranaense, os portões estarão abertos para você e sua família ficarem aterrorizados com os marginais de torcidas organizadas. Quem sabe vocês até não apanhem se levarem sorte. Enquanto isso, nada de punição aos dirigentes que são os verdadeiros responsáveis pela insegurança nos jogos.

  6. verde oliva
    sábado, 14 de dezembro de 2013 – 19:04 hs

    Ficou barato. Para bandidos valeu a pena.

Deixe seu comentário: