Sepúlveda faz barulho na Câmara

Do Radar on-line:

Presidente da Comissão de Ética Pública da Presidência, Sepúlveda Pertence foi chamado ontem a explicar na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara os critérios adotados pelo colegiado no julgamento de deslizes éticos dos ministros de Dilma Rousseff.

Mergulhados na confusão da CPI mista do Cachoeira e do Código Florestal, poucos parlamentares acompanharam a fala. Sepúlveda surpreendeu até mesmo parlamentares da oposição ao dizer que a promiscuidade entre o público e o privado consiste na praga maior do governo.

Segundo ele, há casos de servidores que pedem licença do serviço público para atuar como consultores na iniciativa privada, um flagrante conflito de interesses. Diz Sepúlveda:

– A consultoria é um cobertor de limites indefinidos.


Um comentário

  1. PAULO
    sexta-feira, 27 de abril de 2012 – 21:15 hs

    MEUS DEUS …COMO QUE ESSE HOMEM VIVE COM ESSE NOME..NINGUEM MERECE.

Deixe seu comentário: