Lula assina MP que eleva salário mínimo para R$ 540, diz Mantega | Fábio Campana

Lula assina MP que eleva salário mínimo para R$ 540, diz Mantega

Aumento passa a valer a a partir de 1º de janeiro de 2011.
Ele salientou que a definição desse valor é positiva para economia.

Do G1, em São Paulo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quinta-feira (30) medida provisória que garante o aumento do salário mínimo, de R$ 510 para R$ 540, a partir de 1º de janeiro de 2011.

Ele salientou que a definição desse valor é positiva para economia porque evita um aumento muito forte no déficit da Previdência e, ao mesmo tempo, preserva o poder de compra do piso salarial do País que, segundo Mantega, teve o maior crescimento da história nos últimos oito anos. “Com um mínimo de R$ 540, não teremos pressão tão grande na Previdência, o que ajuda no equilíbrio fiscal.”

Nos seus oito anos de mandato, Lula cumpriu a promessa de realizar um aumento real do salário mínimo. Mantega justificou que o valor para 2011 não terá ganho real em função do PIB negativo de 2009 e destacou que, para 2012, já está garantido que o salário mínimo ‘terá um bom aumento real, de 7,5% ou 7,7%, correspondente ao PIB deste ano’.

O ministro informou ainda que o presidente assinou outra medida provisória, a ser publicada amanhã no Diário Oficial, complementando as medidas anunciadas no início do mês para incentivar o financiamento de longo prazo, como a isenção de imposto de renda na emissão de debêntures.

(Com informações da Agência Estado e do Valor Online)


2 comentários

  1. quinta-feira, 30 de dezembro de 2010 – 19:08 hs

    ??????? ……1.00 REAL POR DIA;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;MEU DEUS;;;;;;;;;;;;;;;

  2. cezar
    sexta-feira, 31 de dezembro de 2010 – 15:17 hs

    Entre a previdencia e o trabalhador q se dane o segundo. E depois se fosse dar um aumenta maior creio q iria fazer falta p o aumento dos nossos grande trabalhadores (Pres.,Sens.,deps e fora o efeito cascata nesse meu país afora.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*