Paranaguá é a primeira a construir pelo Programa Minha Casa, Minha Vida

Minha casa minha vida 063

O prefeito José Baka Filho afirmou hoje que a época da invasão terminou em Paranaguá. Foi durante a assinatura do contrato para construção de 384 unidades habitacionais, com investimento superior a R$ 17 milhões, para beneficiar famílias carentes.

Paranaguá é a primeira cidade do Paraná e a terceira do Brasil a iniciar construção de casas para pessoas com renda até 3 salários mínimos, do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal. A solenidade de assinatura do contrato reuniu autoridades locais, o vice-prefeito Fabiano Vicente Elias, o vereador Carlos Roberto Frísoli, secretários municipais e representantes de associações de moradores, da construtora FMM e da Caixa Econômica Federal, responsável pelo financiamento dos imóveis.

Trata-se de dois conjuntos habitacionais, Ilha das Palmas e Ilha do Farol. O investimento é de R$ 17,280 milhões. Serão prédios com quatro pavimentos e a região possui toda a infraestrutura necessária para garantir conforto aos futuros moradores. O serviço de terraplanagem já foi iniciado na área doada pela Prefeitura de Paranaguá, na rua Belmiro Sebastião Marques, no Parque São João.

A área onde serão construídas as unidades habitacionais está no Plano Diretor, que tem política de ocupação dos vazios urbanos. O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Jorge Kalache Filho, explicou como as pessoas contempladas com as casas vão realizar o pagamento. “Elas terão que pagar 10% do salário da família, num período de R$ 10 anos”, comentou. A estimativa é que cada apartamento tenha 48 metros quadrados e custe cerca de R$ 45 mil. Há expectativa que sejam construídos em breve na cidade outros empreendimentos do mesmo porte e para pessoas com renda maior.

Atualmente, o déficit habitacional de Paranaguá é de 6 a 8 mil imóveis. O vereador Carlos Roberto Frísoli comentou que um evento como o que estava sendo realizado deveria se repetir. “Oxalá que não falte mais moradia em Paranaguá em alguns anos”, disse o parlamentar. O vice-prefeito Fabiano Vicente Elias também destacou a política habitacional da Prefeitura. “É importante darmos moradia digna para essas famílias necessitadas”, comentou.

As inscrições para o Programa “Minha Casa, Minha Vida” foram feitas na Secretaria Municipal de Habitação e Gestão Fundiária. Foram quase 5 mil ao todo e a seleção priorizará moradores de áreas de risco ou de preservação permanente. Casais com maior número de filhos também terão prioridade, lembrou Baka. “Essa política habitacional é um orgulho para Paranaguá e com esse trabalho estamos conseguindo reprimir as invasões”, completou o prefeito.

Segundo a secretária municipal de Habitação e Gestão Fundiária, Georgette Pesch, há muito tempo em Paranaguá não havia oferta de moradias para pessoas de baixa renda. “Esse procedimento com certeza virá ajudar no enfrentamento de problemas habitacionais da nossa cidade. Moradia é um direito constitucional e nós hoje queremos passar nossa contribuição representada pelas assinaturas da campanha nacional por moradia digna”, destacou a secretária. Operários já iniciaram o trabalho de demarcação do terreno e agora segue o início da construção dos prédios. A previsão é que eles sejam concluídos em 15 meses.


24 comentários

  1. João Nadal
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 23:21 hs

    Esse programa “Minha Casa, Minha Vida” contém uma grande maldade: autoriza a Caixa e bancos conveniados a cobrarem preços extorsivos pela abertura de crédito e redação dos contratos particulares (até 3% do valor total do negócio, embutido e diluído esse custo no financiamento), ao passo que impede cartórios de cobrarem os emolumentos que lhes são devidos pela lavratura dos atos notariais e registrais correspondentes – sem qualquer estudo ou avaliação do impacto dessas medidas na viabilidade econômico-financeira das serventias extrajudiciais.

  2. rasputin
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 0:37 hs

    pelo que sei é irati, o segundo do brasil, que já assinou o contrato há dez dias com a caixa.
    pelo que ouvi seriam lá mais de 400 casas e investimentos de 20 milhoes.
    até o greca esteve lá.
    está na capa dos jornais de irati que circularam na semana passada (folhadeirati e hojecentrosul).

  3. João Nadal
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 7:14 hs

    @Rasputin

    O problema está no fato de Irati não ter uma assessoria de imprensa decente. Só sai no noticiário fora da região em caso de escândalo.

  4. josé
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 8:58 hs

    Nadal, concordo em parte, as taxas da CEF são realmente abusivas, mas quanto aos cartórios…todos os donos de catório reclamam, mas nunca vi nenhum dizer que vai devolver a concessão…além disso , as txas cobrados pelos cartórios são pra lá de abusivas para um serviço na maioria das vezes de quinta categoria; como por exemplo uma cópia de um registro de imóvel demorar em anguns locais coisa de cinco dias úteis ou mais….

  5. Mutuka
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 9:03 hs

    Fábio
    Há um erro na manchete.
    Na verdade a 1ª do Paraná e a 2ª no Brasil foi IRATI. Serão 423 unidades no total e mais de 180 para quem ganha até 03 sm.
    Assinatura ocorreu a mais de 10 dias.
    Infelizmente com a presença do Gordo Greca, dizendo que a Cohapar que era a responsável, o que não é verdade.
    Vale a correção!

  6. Ana Luiza
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 9:36 hs

    Olá
    Esclarecendo: Paranaguá é a primeira cidade do Paraná e a terceira do Brasil a iniciar construção de casas para pessoas
    COM RENDA ATÉ TRÊS SALÁRIOS MÍNIMOS” do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal.

  7. LITORAL
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 9:53 hs

    Tomara que usem esse dinheiro todo nessa obra, para que depois não falem que desviaram o dinheiro como é de costume aqui em Paranaguá.

  8. PARANAGUÁ
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 10:48 hs

    Esses dias no site bem parana estava a cidade de Paranaguá com as contas da gestão do atual Prefeito reprovada ,e com isso o estado e governo federal não repassam verba nenhuma para o município de Paranaguá e Osmar Dias ainda coloca o cara como conselheiro político dele .

  9. Patricia
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 11:07 hs

    Olá, esse projeto é excelente para as pessoas que recebem ATÉ TRÊS SALÁRIOS MÍNIMOS. Vai ajudar muita gente que ainda não tem a casa própria. A atual administração está de parabéns, assim como a Caixa Econômica Federal.

  10. Bagrinho
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 11:32 hs

    Se não fazem, não prestam. Se fazem complicam.
    Já começou, parem de reclamar, vcs já tem onde morar…

  11. O servidor
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 15:19 hs

    Como é impressionante a oposição, vocês não se preocupam com o povo que não tem onde morar, que ficam caindo no conto de alguns maldosos que utilizam pessoas carentes para incentivar invasões. Não interessa quem é o prefeito interessa que esta sendo feito uma exelente melhoria para a população. parem de reclamar e é melhor dar a mão a palmatoria.

  12. Marcos A. Cordeiro
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 16:26 hs

    Apóio o projeto, pois a demanda de famílias de baixa renda é enorme e não conseguem recurso para compra e construção de suas humildes moradias pelos altos preços não só do material mas principalmente da mão de obra que é muito cara, sem o respaldo do corpo de engenharia que garanta sua segurança. Visto que, todo projeto e iniciativas que venham a benificiar a população, são muito bem aceitaveis. Parabéns ao projeto do goveno federal e ao Prefeito José Baka Filho, por esse ato de cidadania.

  13. TO LIDADO
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 17:27 hs

    Esse Baka vai sair rico, só chuncho! No minimo o cara vai ter que pagar para entrar na fila.

  14. Rogerio Lopes
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 17:45 hs

    Quero parabenizar nosso amigo Pedetista Baka por mais este convênio,mas também tenho que falar que a manchete está errada,pois o 1º a assinar o convênio no Paraná foi o Prefeito Barbosa Neto de Londrina também do PDT,então os dois estão de parabéns é o PDT mostrando como vai ser em 2010.

  15. Parnanguarinha
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 22:44 hs

    Já estava na hora…
    Não tá fazendo mais do que a obrigação.
    Quanto aos catórios, cujos donos desfilam de carros importados e fazem viagens internacionais todos os anos, cobrar taxas de quem ganha até 3 SM, vai morar em um cubículo de 35m2 e pagar em 10 anos é um absurdo.
    Não são 300 e poucos registros em Paranaguá que vão empobrecer essa laia.

  16. quinta-feira, 23 de julho de 2009 – 13:48 hs

    José,

    As taxas cobradas em cartório não são abusivas. São as fixadas em Lei – e sem reajuste desde 2002.

    E não generalize a categoria “dono de cartório”. São coisas muito diferentes ser titular de cartório no centro de uma grande cidade e em uma pequena cidade do interior. São realidades completamente diferentes.

    Eu fui aprovado em um concurso bastante concorrido para hoje ser Oficial em Tunas do Paraná. E cá no interior não se faz fortuna sendo titular de cartório.

  17. adriano waner calado
    segunda-feira, 14 de junho de 2010 – 3:16 hs

    como eu faso para participar do progama minha casa minha vida ?
    e quais as vantagem eu posso vir a ter ja que sou defisiente fisico e moro sozinho e quero sair do aluguel ????
    aguardo uma resposta anciosamente Obrigado

    Adriano Wagner Calado !!!!!!!

  18. segunda-feira, 21 de junho de 2010 – 18:14 hs

    eu cleide fiz aingriçao da minha casa minhavida eu fui ver la divineia esta linda que Dus abençoe que eu pego a minha nao posso mais pagar aluguer tel meu e 4134235731 me liga baka beijos a Deus me ajuda …………….

  19. sábado, 17 de julho de 2010 – 23:23 hs

    [OLA BAKA EU SOU AGENTE DE SA[UDE ,E NAO TENHO AONDE MORAR, MORO DE ALUGUEL ,EU FIZ A ESCRICAO ESPERO SER SORTEADA PORQUE O ALUGUEL COME NA MESA DO TRABALHADOR FIQUE COM DEUS .

  20. Lorrayne
    quinta-feira, 30 de setembro de 2010 – 15:42 hs

    Eu fiz a inscrição e espero ser sorteada, pois eu sou casada estou gravida de 05 meses de gemeos moro na casa dos meus pais., porque não estou em condições de pagar um aluguel agora (Tambem pagar aluguel é só jogar dinheiro fora), felizmente se eu for sorteada vou estar pagando por algo que será meu.
    Deus abençoe a todos!!!…

  21. quinta-feira, 11 de novembro de 2010 – 9:09 hs

    Eu fiz a inscrição e estou anciosa para saber se estarei entre os contemplados. pois moro de aluguel eu e minha filha de 4 anos. E está difícil sustentar minha filha pagando aluguel!!!

  22. cecilia moura batista
    terça-feira, 19 de abril de 2011 – 15:10 hs

    eu fiz a inscrição,mais fui lá na prefeitura constatei que meu nome não estava na lista, varias pessoas estão desistindo, será que no lugar delas não poderiam me encaixar pois moro de aluguel á vários anos, com meu filho e meu esposo!!!

  23. sexta-feira, 27 de maio de 2011 – 10:47 hs

    quero saber quem foi chamado na casa se tiver com o nome no spc ou serasa tem algum poblema

  24. silvia
    sexta-feira, 31 de agosto de 2012 – 17:44 hs

    Boa tarde!!!
    gostaria de saber se vai aver mais sorteio, e como fasso pra entra neste programa habitacional.
    Sou recem casada e moro de aluguel.

Deixe seu comentário: