Ministério Público pede demissão de 117 em Mangueirinha | Fábio Campana

Ministério Público pede demissão de 117 em Mangueirinha

Não escapou ninguém. Além de pedir a exoneração de 117 funcionários comissionados, o Ministério Público denunciou também o prefeito, Miguel Carlos Rodrigues de Aguiar (foto), o vice-prefeito, Manoel Aparecido de Almeida, e a chefe da Divisão de Recursos Humanos de Mangueirinha, Marisa Pagnussat Colla, por improbidade administrativa. Todos do PMDB.

Entre as irregularidades das contratações, estão funcionários que não trabalham e pessoas que ocupam cargos em nome de outras.

Num dos casos que estão entre cinco ações do MP-PR, a esposa foi nomeada para o cargo, mas quem cumpria expediente era o marido. Detalhe: ambos com mais de 70 anos e com a saúde debilitada, impedidos pela Constituição Federal de ocupar tais cargos.


4 comentários

  1. BOCA DO JACARÉ
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 12:04 hs

    A muitos anos um sonho dos servidores públicos do Município de Mangueirinha tem ficado somente em promessas e muita enrolação, o Plano de Carreira do Funcionalismo.
    Os atuais administradores públicos de Mangueirinha utilizaram desde sua primeira campanha em 2008, entre outras promessas absurdas e não compridas.
    Mas não foi isso o que aconteceu depois que ganharam seu primeiro mandato, só se ouvia choros e muitas reclamações que a antiga administração teria deixado uma divida muito grande, pois bem, após os 04 anos do primeiro mandato, em 2012, veio uma nova eleição, e com mais promessas, inclusive o Plano de Carreira dos Servidos Públicos, que se caso fossem reeleitos, seria imediatamente criado e executado, a prefeitura chegou a contratar uma empresa através de processo licitatório para elaborar um projeto de cargos e salários, aliás, com um valor bem razoável para não dizer alto, mas do Plano de Carreira mesmo que é bom, nada.
    Mas houveram mudanças na estrutura,foi aplicada uma reforma, mas somente na estrutura dos cargos comissionados, acrescentando mais Secretárias e cargos de escalão, no qual não precisa de concurso público, o prefeito indica quem ele quiser para esses cargos.
    A menos de um ano para as próximas eleições municipais, se comenta e muito ainda sobre esse plano de carreira, em data recente chegou-se a fazer uma reunião com o funcionalismo falando que o plano está pronto, chegou-se a exemplificar como ficariam os salários, mas até o presente momento nada, e agora será que esse plano vai sair do papel, e não irá mais ser utilizado como promessa desse atual grupo que governa o Município de Mangueirinha?Ou o Plano de Carreira será mais uma moeda de troca eleitoral para o ano de 2016 quando haverá eleições municipais?
    Em conversa com um funcionário da Prefeitura de Mangueirinha, o qual achamos melhor não expor seu nome, para evitar perseguições ao mesmo. Ele declara:
    Durante as eleições de 2008 e 2012 tinha como, e agora não? A prefeitura alega não ter dinheiro para bancar o Plano de Carreira, mas em 2008 e 2012 tinha? E não tem dinheiro para isso, mas para pagar aluguel de caminhões, uma sala comercial no Covó de R$1.500,00 por mês para ficar fechada, licitações absurdas e diárias para o vice- prefeito ir até para o Rio de Janeiro, isso tem.
    Queremos o que é de direito nosso não vamos roubar. Automaticamente, se ganharmos melhor, teremos mais condições de dar uma vida junto a minha família bem mais digna. Vamos gastar mais no comercio do município, então todos irão ganhar.
    O que se comenta a boca pequena nas rodas de amigos é, “claro que o plano de carreira não vai vir esse ano, eleição é no ano que vem”, a atual administração pensa que os servidores tem memória curta, será que os servidores vão deixar barato 7 anos de descaso?

  2. BOCA DO JACARÉ
    quinta-feira, 29 de outubro de 2015 – 9:54 hs

    E a precariedade que se encontra o Parque Industrial, principalmente as ruas de acesso e as que cortam o local.
    O Parque Industrial do município de Mangueirinha é distante cerca de 1 km da cidade, e tem acesso através da PR 158. Por ser as margens da rodovia, e ter um acesso intenso ao local, uma das principais reivindicações seria um trevo de acesso. Segundo um empresário do local, ¨ muitos acidentes e até mesmo atropelamentos já ocorreram nesse percurso de acesso ao Parque Industrial, há um tempo atrás, o prefeito do município tinha feito um anuncio de que um trevo seria construído, mas pelo o que se vê, foi só mais uma promessa ¨.
    As grande maioria das ruas que cortam o Parque Industrial, são de terra, existe apenas um pedaço com um calçamento, que já é muito antigo, e necessita de uma readequação.
    ¨ Muitos de meus clientes reclamam, que não tem condições de vir até minha empresa com medo de estragarem seus veículos. Sei de muitos que deixaram de comprar da minha empresa, e foram a outras cidades comprar ¨. Relata outro empresário.
    Infelizmente, o Parque industrial não tem uma infra-estrutura adequada, constatamos, muitos buracos tanto no calçamento, quanto nas estradas de terra. Muito lixo jogado nos lotes baldios. Um total descaso com um dos principais locais de geração de empregos do município.
    ¨ A mais ou menos um ano atrás, um jornal local, publicou uma matéria sobre o descaso que estamos passando, na outra semana, a prefeitura esteve fazendo algumas melhorias, mas abandonaram pela metade e até hoje não voltaram termina ¨. Comenta um morador do local.
    Ficamos nós pensando, qual seria a mentalidade dos atuais administradores públicos, geração de empregos não é, pois se fosse, nosso Parque Industrial deveria ter plenas condições para os empresários do local desenvolverem seus trabalhos dignamente.

  3. Bruno Texeira
    quarta-feira, 6 de abril de 2016 – 17:18 hs

    Agora eu to mamando na teta gorda heheheehheh Chupa!!!

  4. Bruno Texeira
    quarta-feira, 6 de abril de 2016 – 17:22 hs

    agora eu to mamando na teta gorda kkkkk chupa!!!

Deixe seu comentário: