Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.


Operação em Curitiba mira transporte clandestino de passageiros

da PMPR

O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), juntamente com a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC), a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) e a URBS, desenvolveu uma operação para inibir casos de transporte clandestino de pessoas em pontos estratégicos do Centro de Curitiba na tarde da quinta-feira (17/08). Ao todo oito automóveis e 30 pessoas foram abordados, além de quatro notificações lavradas.

“Os trabalhos foram desenvolvidos nos locais com maior incidência desse tipo de delito. Para tanto estamos aplicando equipes do Serviço Velado para identificar os suspeitos e integrantes fardados para proceder a abordagem”, disse o Comandante do BPTran, tenente-coronel Valterlei Mattos de Souza.

Leia Mais »

‘Não assisti’, diz Doria sobre programa do PSDB

Bruno Goés, O Globo

Hoje, em Fortaleza, João Doria preferiu se esquivar da polêmica causada pelo programa do PSDB. Após discursar para empresários, o prefeito, quando perguntado sobre o assunto, declarou:

— Não posso emitir opinião porque estava transmitindo meu programa. Estava ao vivo. Então, não posso dizer nada, porque não assisti.

Doria continua a apontar suas baterias contra Lula. Disse hoje que não ficaria “intimidado” com as críticas do ex-presidente. O prefeito chegou a chamá-lo de “preguiçoso” e “covarde”.

Doria termina o dia em Recife. Lá, participará de um evento do Lide, empresa fundada pelo prefeito em campanha.

Nove em cada dez são contra financiamento público de campanha

Radar On-Line, VEJA

Nove (87,4%) em cada dez brasileiro são contra o financiamento público de campanha. Pelo menos é o que indica um levantamento exclusivo do instituto Paraná Pesquisas.

Apenas 8,9% dos entrevistados são a favor do fundo partidário, que pode ficar ainda mais inchado com a reforma política. O Congresso pode aprovar a criação de uma “poupança” de 3,6 bilhões de reais para financiar campanhas.

Nota de Gilmar Mendes

Gilmar Mendes soltou a seguinte nota:

“Em relação ao HC 146.666 e HC 146.813 esclarecemos que: As regras de impedimento e suspeição às quais os magistrados estão submetidos estão previstas no artigo 252 do Código de Processo Penal, cujos requisitos não estão preenchidos no caso.

O contato com a família ocorreu somente no dia do casamento. Não há relação com o paciente e/ou com os negócios que este realiza.

Já há entendimento no Supremo Tribunal Federal que as regras de suspeição e impedimento do novo Código de Processo Civil não se aplicam ao processo penal. Ademais, não há tampouco amizade íntima com os advogados da presente causa.”

Gilmar Mendes manda soltar,
de novo, Jacob Barata Filho

Na quinta, ele já havia concedido habeas corpus, mas Marcelo Bretas determinou novamente a prisão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar, mais uma vez, o empresário Jacob Barata Filho. A decisão, que foi assinada nesta sexta-feira (18), revoga a ordem de prisão expedida na quinta-feira (17) pelo juiz federal Marcelo Bretas justamente após Mendes ter concedido habeas corpus ao empresário.

Também nesta sexta-feira, procuradores da Operação Lava Jato pediram o impedimento de Gilmar Mendes no caso do Jacob Barata, citando entre outros fatos que sua mulher participa de escritório que advoga para a família Barata, e que ele foi padrinho de casamento da filha do empresário.

Constituinte de Maduro toma poder legislativo

A Assembleia Constituinte da Venezuela, controlada pelo regime de Nicolás Maduro, assumiu os poderes da Assembleia Nacional, onde a oposição tem a maioria.
Na sessão de hoje, os membros da Constituinte aprovaram por unanimidade um decreto autorizando-a a exercer o poder legislativo do Parlamento.
A decisão ocorreu após a liderança da Assembleia Nacional se recusar a jurar lealdade à Constituinte, cuja eleição considera ter sido ilegítima.
O regime alega que os parlamentares da oposição são responsáveis pela onda de protestos violentos antigoverno e que eles estariam colaborando com os Estados Unidos para depor Nicolás Maduro.
No início do mês, a Constituinte destituiu a procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega, medida que agravou a crise política no país.
Leia Mais »

Cármen Lúcia obriga tribunais a informar salários pagos a juízes

Embalada pela polêmica em torno de altos salários pagos a juízes do Mato Grosso, a presidente do Conselho Nacional de Justiça e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, publicou uma portaria que obriga os tribunais pelo Brasil a informar dados sobre estrutura e pagamentos remuneratórios de juízes, alegando ser necessário para que o órgão apure eventuais descumprimentos do teto salarial. Os dados ficarão disponíveis no site do CNJ e poderão ser utilizados em procedimentos de investigação internos no CNJ.
Uma das determinações é para que os tribunais enviem, em um prazo de dez dias úteis, a lista com os pagamentos feitos neste ano, de janeiro a agosto.
Ela decidiu também pedir detalhamento específico dos pagamentos feitos aos magistrados. Atualmente, já há alguma divulgação de tribunais sobre remunerações, mas sem especificar quanto se refere a salários, quanto a benefícios.
A portaria estabelece que, a partir de setembro, os tribunais terão até cinco dias após o pagamento aos magistrados, para encaminhar cópia da folha salarial, “para divulgação ampla aos cidadãos e controle dos órgãos competentes e para controle da regularidade do orçamento e finanças de cada qual dos Tribunais pelo CNJ”.

(Com informações do Estadão e foto de Tânia Rego/Agência Brasil)

“Sem vergonha”, “corrupto”, “covarde” e “preguiçoso”.
É Doria falando de Lula

Em almoço com empresários em Fortaleza nesta sexta-feira, 18, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), chamou o ex-presidente Lula de “sem vergonha”, “corrupto”, “covarde” e “preguiçoso”.

“Eu não queria. Tinha prometido a mim mesmo que não faria, mas vou mandar um recadinho para o ex-presidente Lula: você, além de sem vergonha, preguiçoso, corrupto e covarde, declarou hoje que o João Doria não deveria viajar, mas administrar a cidade de São Paulo. Lula, além de tudo talvez você não saiba ler. Você é inexpressivo. Na primeira avaliação (da gestão) eu fechei com 70% de aprovação, enquanto o seu prefeito Fernando Haddad fechou com 15%”, disse o tucano em tom exaltado.

Leia Mais »

Só muda o nome

A onda agora é a mudança de nome dos partidos brasileiros. O PTN virou Podemos, o PSL passará a se chamar Livres, PTdoB, irá se chamar Avante. O PMDB também decidiu que mudará e passará se chamar MDB (Movimento Democrático Brasileiro), como nos tempos da ditadura militar. Alguns veteranos na agremiação são contra a mudança, entre eles Jarbas Vasconcelos e Pedro Simon.

Mais: que o partido quer uma mudança total, e está lançando uma campanha para escolher uma nova marca e o vencedor embolsará R$ 30 mil. O slogan já foi escolhido: “MDB: Pelo Brasil. Sempre”. Será também criado um jingle, com a intenção de ficar marcado como uma música chiclete. Na internet já circulam gozações sobre a sigla, algumas criam traduções até escatológicas para a volta da velha sigla.

Cida e Quintella anunciam R$ 120 mi para aeroporto de Maringá

O Aeroporto de Maringá vai receber cerca de R$ 120 milhões para obras de ampliação da pista e outras melhorias .O termo de compromisso foi assinado nesta sexta, pela vice-governadora Cida Borghetti; o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella e o prefeito de Maringá, Ulisses Maia.

Os recursos serão utilizados para ampliações na pista de pouso, em 280 metros, no pátio de aeronaves e na Seção Contraincêndio (SCI). Também está prevista a construção de uma nova taxiway paralela e a instalação de equipamentos de navegação aérea. As obras vão permitir o aumento da capacidade do terminal, que poderá receber aviões com mais de 200 passageiros.

Leia Mais »

Repugnante

No DF, o Tribunal de Contas escreve outra página repugnante na história das regalias e privilégios do serviço público: seus conselheiros receberão R$1,6 milhão, retroativos, a título de “auxílio-moradia”.

Requião quer corte nos
salários de parlamentares

Crítico ferrenho do governo de Michel Temer, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) comunicou que recebeu a incumbência de relatar projeto que reduz os salários de deputados e senadores aos valores vigentes em dezembro de 2014. Segundo o parlamentar, o projeto é do senador Lindbergh Farias (PT-RJ). “Nada mais justo, afinal o Congresso tem aprovado toda sorte de sacrifícios que recaem no lombo dos trabalhadores, dos assalariados. Vamos, então, cortar o salário de deputados, senadores, vereadores”, afirmou Requião. “Essa redução vai implicar na redução de uma série de outros salários que se baseiam neles. De deputados estaduais e de vereadores de todo o Brasil”, acrescentou.

Eles só pensam no “fundão”

De todas as propostas da reforma política, em discussão na Câmara, a única que gera consenso é a emenda (PEC 77), relatada pelo petista Vicente Cândido (SP), prevendo entre outras espertezas a criação do “fundão” de R$3,6 bilhões para custear suas campanhas. O dinheiro será retirado na boca do caixa do Tesouro: 0,5% de toda receita líquida da União, ou seja, o dinheiro dos impostos pagos pelos brasileiros. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Falta consenso na PEC 282, proposta de emenda que veda coligações e cria a cláusula de barreira, acabando com os partidecos de aluguel.

Leia Mais »

Moro e deputados debatem novo código de processo penal

O deputado Fernando Francischini (SD-PR) convida para um encontro com o juiz Sérgio Moro nesta segunda- feira, 21, às 19h30, na Assembleia Legislativa, em Curitiba, para discutir o projeto de lei que institui o novo Código de Processo Penal. “Nós ouviremos os maiores especialistas do país neste tema, como o juiz Sérgio Moro, procuradores, delegados da Lava Jato (Operação) e advogados”, disse.

Francischini pediu o apoio e a presença da população na audiência. “Mas precisamos novamente do seu ativismo digital, compartilhando e da presença de quem puder para que a pressão lícita do cidadão afete a decisão de votar contra esse absurdo (reforma do dos deputados e senadores”.

Leia Mais »

Deputados batem o ponto e vazam

Apesar da promessa de controlar a frequência dos deputados, a Câmara nunca foi tão tolerante. Ontem, o painel eletrônico para “registro de presença” foi aberto às 6h (!) da manhã. Isso permite que eles batam o ponto e corram para o aeroporto, pegando o primeiro voo para seus estados. Suspensa pelo ex Eduardo Cunha, a manobra foi restabelecida pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Ao contrário de todos os trabalhadores brasileiros, os parlamentares não registram a hora que saem do, digamos assim, trabalho.

Leia Mais »

‘Não me arrependo de nada’

A propaganda do PSDB que foi ao ar ontem à noite causou um rebuliço no tucanato. A peça diz que o partido errou ao deixar de lado suas origens e ter cedido ao fisiologismo, ao atual modelo de governo como ‘presidencialismo de cooptação’, que, em outras palavras, é o apoio ao governo em troca de cargos.
O tom foi crítico, durante a propaganda e depois, pelos correligionários.
Tasso Jereissati, que ocupa a cadeira de presidente do partido e tomou a decisão pelo tom da publicidade, disparou contra as críticas que ouviu: “Eu não me arrependo de nada. Tenho responsabilidade total pelo programa. Sou presidente interino. Enquanto eu for presidente interino eu dou orientação”. Tasso defende que o PSDB entregue os ministérios que ocupa.
Três ministros tucanos divulgaram nota ontem mesmo criticando o programa.
Antonio Imbassahy, da Secretaria de Governo, disse que o programa deixa a sigla em uma posição “extremamente ruim e desconfortável” e que adotou “atitudes autoritárias e desagregadoras” ao escolher a narrativa do vídeo.
Já o chanceler Aloysio Nunes disse que o programa é uma “crítica vulgar”.
O ministro das Cidades, Bruno Araújo, seguiu a mesma linha, ao afirmar que a peça é “injusta” com a “história do partido”, que teria optado por um caminho de “recuperação do país”.

Onde está a saída da crise?

Uma conversa franca com uma plateia geralmente bem informada e preocupada com o país, isso é o que se terá, com certeza, no sábado, dia 19, durante a palestra que o reitor da Universidade Positivo fará, promovida pelo Instituto Ciência e Fé de Curitiba. O tema já diz muito da linha de abordagem de Pio Martins: “O futuro do Brasil pós 2018: Impasses e Perspectivas”.

Os trabalhos – entrada livre a todos os interessados – terão como mediadores o ex-ministro Euclides Scalco, o professor Judas Tadeu Grassi Mendes, PhD em Economia, e o analista político Fábio Campana, jornalista e consultor.

Anote: início às 10 horas, no Campus Positivo, Rua Jacarezinho, 1000 (PRÓXIMO à Av. Manoel Ribas, no auditório da Escola de Enfermagem Catarina Labouré).

Haverá tempo para perguntas da platéia.

Governo amplia público-alvo de vacinas de HPV para adultos
até 26 anos

Informações da Agência Brasil:
Para evitar o desperdício de vacinas que têm prazo de validade até setembro, o governo decidiu ampliar o público-alvo para homens e mulheres até 26 anos.
Municípios que tenham vacina de HPV em estoque com prazo de validade até setembro poderão, a partir de hoje, aplicá-la em homens e mulheres com até 26 anos. Terminado o estoque que está prestes a vencer, as vacinas deverão voltar a ser administradas apenas para o público-alvo, de 9 a 15 anos.
As orientações são do Ministério da Saúde e foram aprovadas ontem em Brasília durante a reunião da Comissão Intergestores Tripartite, composta por representantes do governo federal, estados e municípios. A medida é de caráter temporário e tem, segundo a pasta, o objetivo de evitar um possível desperdício de doses que permaneçam nos estoques dos municípios.
Para a faixa etária de 15 a 26 anos, a orientação do Ministério da Saúde é o esquema vacinal com três doses, com intervalo de dois e seis meses. As pessoas que tomarem a primeira dose neste período, excepcionalmente, terão as duas doses subsequentes garantidas no Sistema Único de Saúde (SUS).

O Ministério da Saúde repassa mensalmente as vacinas aos estados, conforme solicitação local. Os estados, por sua vez, são responsáveis por distribuir as doses aos municípios para garantir a vacinação da população.

O que os vereadores querem saber?

Controle de atendimento a vítimas de acidentes nas escolas, número de professores com formação para atender estudantes com deficiência, gasto com a coleta de lixo e cancelamento do transporte de atletas do futebol amador estão entre os requerimentos protocolados nesta semana pelos vereadores de Curitiba.
Foram encaminhados 17 pedidos de informações oficiais à Prefeitura.
Segundo a Lei Orgânica do Município, o prazo para o prefeito prestar informações solicitadas pela Câmara é de 15 dias úteis – e pode ser prorrogado uma única vez, por igual período.
Leia Mais »

Reinaldo Azevedo dispara contra procurador da Lava Jato

O jornalista Reinaldo Azevedo hoje em seu blog:

É, meus queridos, vida boa quem tem é procurador da República. Se o sujeito pertencer à Lava Jato e atuar fora da sua região de origem, a exemplo do buliçoso Carlos Fernando Santos Lima, aquele que já me chamou de cachorro, a vida pode ser mesmo uma festa.

Ainda na terça-feira, é bom lembrar, ele e Deltan Dallagnol vomitaram impropérios contra os políticos num vídeo postado na Internet. Sim, leitor! Você já está com inveja do rapaz desde o título.

Ser um procurador da República, no Brasil, é um excelente negócio. A depender do caráter do vivente, pode sair por aí acusando Deus e o mundo com ou sem provas; recorrer às redes sociais para malhar a política e os políticos; posar de herói da moralidade pública; palestrar em seminários e fóruns; acusar os membros dos Poderes Executivo e Legislativo de só pensar nos próprios interesses; gravar vídeos conclamando a população a se revoltar contra o Congresso; acusar jornalistas que lhe são críticos de estar a serviço de partidos políticos… Leia Mais »