Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.

Câmara aprova reforma trabalhista

Da Folha

Depois de mais de cerca de 10 horas de sessão, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (26) o texto-base da reforma trabalhista, uma das prioridades legislativas do governo de Michel Temer.

Foram 296 votos a favor do relatório do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) e 177 contra.

Apesar da vitória, o governo não conseguiu atingir mais de 308 votos, como queria, para sinalizar que tem votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência. Por se tratar de emenda à Constituição, essa reforma precisa do apoio de pelo menos 60% dos congressistas (308 de 513 deputados).

Tribunal determina retorno de Adriana Ancelmo para a prisão


O Tribunal Regional Federal do Rio determinou que a ex-primeira-dama do Adriana Ancelmo volte a cumprir prisão preventiva no Complexo Penitenciário de Bangu.

Ela cumpria desde o mês passado prisão domiciliar por decisão do juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio. O magistrado havia concordado com a alegação da defesa de que ela deveria ficar em casa por ter filho menor de 12 anos.

A Procuradoria Regional da República recorreu da decisão e conseguiu convencer os desembargadores do tribunal de que a prisão preventiva era necessária.

Leia Mais »

Lula quer ‘transmissão ao vivo’ de seu depoimento a Moro no dia 10


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer que seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, marcado para o próximo dia 10, seja transmitido ao vivo. O pedido ainda não foi feito oficialmente. A intenção de Lula, segundo interlocutores, é evitar que haja “vazamento seletivo” de trechos de seu interrogatório que será conduzido pelo juiz federal da Lava Jato em primeira instância.

O depoimento do petista estava marcado, inicialmente, para o dia 3, mas foi adiado por Moro que atendeu a pedidos da Secretaria de Segurança Pública do Paraná e da Polícia Federal. As duas corporações alegaram necessidade de mais tempo para montar aparato de segurança diante de manifestações populares que deverão ocorrer nos arredores do prédio-sede da Justiça Federal em Curitiba, base da Lava Jato e onde fica o gabinete de Moro.

Leia Mais »

Funcionários dos
Correios em greve


Os trabalhadores dos Correios entrarão em greve por tempo indeterminado nesta quarta-feira (26) a partir das 22h. As ameaças de privatização e demissões, o fechamento de agências e o “desmonte fiscal” da empresa, com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios, são os principais motivos para a mobilização, segundo a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares).

A estatal afirma que teve prejuízos de R$ 2,1 bilhões em 2015 e R$ 2 bilhões no ano passado. Em dezembro do ano passado, foi anunciado um plano de demissão voluntária e o fechamento de agências para reduzir os gastos. Já a Federação alega que a receita tem crescido.

Leia Mais »

MTST e aeroviários vão tentar fechar aeroportos de SP na sexta


O Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos pediu ajuda ao MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) para fechar os dois principais aeroportos do país, o Aeroporto Internacional Governador Franco Montoro, conhecido como aeroporto de Guarulhos, e o de Congonhas.

O protesto está marcado para a sexta (28) dia escolhido por organizações sindicais para tentar promover uma greve geral no país. Representantes da entidade se reuniram com o líder do MTST, Guilherme Boulos, nesta segunda (24). Ele concordou em engrossar o movimento dos trabalhadores do setor aéreo, que devem entrar em paralisação.

Leia Mais »

STF diz que universidade pública pode cobrar por especialização

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quarta (26) que as universidades públicas podem cobrar mensalidade em curso de especialização lato sensu (como pós-graduação). Os cursos de mestrado e doutorado (stricto sensu) continuam com gratuidade garantida. Oito ministros seguiram o voto do relator, Edson Fachin. O ministro Marco Aurélio votou contra, e Celso de Mello não estava presente no julgamento. A decisão tem repercussão geral, ou seja, vai para todas as instâncias do Judiciário. Outros 51 casos estão esperando a decisão do STF. Informações da Folha de SP.

Leia Mais »

PT traz Moreira Leite para falar do que chama “partidarismo de Moro”


O PT não pretende deixar barato seu confronto com a Justiça Federal em Curitiba. Vai pegar pesado contra o juiz Sergio Moro, que vai interrogar Lula no dia 10. Como parte de suas ações, o jornalista Paulo Moreira Leite, diretor do portal Brasil 247, desembarca em Curitiba falar sobre o que chama de “partidarismo do juiz Sérgio Moro e a seletividade da Lava Jato”.

Moreira Leite é autor do livro “A outra história do mensalão – As contradições de um julgamento político” lançado pela editora Geração. A ideia dos petistas, nas vésperas da greve geral de sexta-feira 28, das manifestações de 1º de Maio, da Grande Marcha no dia 3 de maio, na capital paranaense, é fazer um ensaio geral para a militância e a sociedade curitibanas.

Michele Caputo Neto assume Conass

O secretário de Saúde do Paraná, Michele Caputo Neto, foi empossado na noite desta terça-feira, 25, em Brasília, na presidência do Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde). “Vou procurar trabalhar ainda com mais responsabilidade e capacidade de trabalho redobrada que esse cargo impõe. Vamos buscar as parcerias porque o Brasil é um país muito grande, diverso e possui problemas diferenciados na área de saúde”, disse.

Leia Mais »

Richa prorroga licenças de mestrado e doutorado

O governador Beto Richa vai prorrogar as licenças de trabalho dos professores da rede pública estadual que estão cursando mestrado e doutorado. Ele autorizou a prorrogação das solicitações de licença para especialização no período letivo de 2017. Serão beneficiados cerca de 90 profissionais.

Professores da UEL
têm aposentadorias canceladas

Cerca de 80 processos de aposentadoria de professores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) estão travados devido decisão do Tribunal de Contas do Paraná. Os docentes que estavam de licença desde 2016, aguardavam a concessão de aposentadoria e tiveram que retornar ao trabalho. Para o Tribunal de Contas, a gratificação por tempo integral de dedicação exclusiva, não pode ser acrescentada a aposentadoria, por ser considerada vantagem de natureza transitória, que deve ser proporcional ao tempo de contribuição. As informações são de Claudio Osti.

Requião recebe Murillo Hidalgo, coordenador de Osmar Dias


Em seu twitter, o senador Roberto Requião anunciou com destaque a visita de Murillo Hidalgo, presidente do Instituto Paraná Pesquisas e, segundo Requião, coordenador da campanha de Osmar Dias ao governo. Na foto, enviada por Requião, Murillo Hidalgo conversa com o guia espiritual de Requião, o xamã Benedito Pires.

“Murillo coordenador de Osmar Dias me visita. Recebo agora em meu gabinete a visita do coordenador de Osmar Dias, Murilo Hidalgo”.

Fim do foro privilegiado aprovado na CCJ


Alvaro Dias lutou, obstinadamente, durante anos pelo fim do foro privilegiado dos políticos. Hoje comemora a vitória.
A CCJ aprovou há pouco, por unanimidade, o relatório de Randolfe Rodrigues sobre a PEC do Fim do Foro Privilegiado. A proposta vai ainda hoje a plenário. Não são poucos os políticos que têm mandato e se sentem desprotegidos diante da nova situação.

Relatório de Requião aprovado na CCJ

O relatório de Roberto Requião acaba de ser aprovado na CCJ por unanimidade. mas só depois de retirados trechos que atentam contra a independência e de juizes e promotores. Os membros da CCJ também aprovaram a urgência na votação para que o texto vá a plenário ainda hoje.

Mesmo assim, o texto de Roberto Requião prevê pena de um a cinco anos de prisão para quem “pleiteia medida de privação de liberdade, fora das hipóteses legais, com a intenção deliberada de constranger alguém indevidamente no curso de investigação ou processo judicial”.

É o que os petistas acusam a Lava Jato de estar fazendo com Léo Pinheiro e Antonio Palocci.

Nos poupe, Gleisi.

A senadora Gleisi Hoffmann agora quer ser cacique morubixaba do PT. Com apoio de Lula. Ontem ela foi ao plenário à caráter, com um cocar da grife mbya guarani para protestar contra a ação da polícia ao reprimir protesto contra o projeto que altera a demarcação de terras indígenas. Provocou riso, chacotas e fez muito parlamentar paranaense morrer de vergonha. Alheia. Gleisi também provocou a irritação de petistas que não esquecem de quando ela era ministra de Dilma, em 2013, e paralisou de vez as demarcações que considerava “um dos projetos ideológicos irreais”. Um apelo de paranaenses à fotogênica Gleisi: “nos poupe do vexam, o Paraná que você ainda representa no Senado não merece”.

Curitiba no caos

Os bombeiros e equipes da Copel ainda trabalham para consertar o que a tempestade destruiu na madrugada. Curitiba amanheceu no caos. Mais de 50 árvores arrancadas a obstruir ruas. 68 sinaleiros de trânsito desligados, casas destelhadas. Segundo a MapLinck, que monitora a cidade, às 9h00 a soma dos congestionamentos era de 79 km. Não houve vítimas, a única boa notícia da manhã.

Caiu do poleiro

David Campos, o que foi sem nunca ter sido, caiu do poleiro. Não será mais o superintendente de Comunicação da Itaipu Binacional. Além de problemas curriculares, seu patrono, Luciano Ducci, do PSB, entrou na rebelião contra a Reforma da Previdência. Michel Temer, alertado pela alcateia de inimigos de Ducci & Campos, vetou o nome de Campos, que a partir de agora pode figurar na famosa piada “A volta dos que não foram.

A pátria em chuteiras

Este país é uma choldra. Com mais de uma centena de inquéritos da Lava Jato pela frente, o Supremo Tribunal Federal achou tempo para definir o desfecho do campeonato brasileiro de futebol de 30 anos atrás. Entre o Sport, de Recife, e o Flamengo, carioca, que pretendia ser o único campeão de 1987. A 1ª Turma do STF deu vitória ao Sport. O Flamengo estuda novo recurso. O ministro Luís Roberto Barroso votou pela divisão do título entre os dois. Relator do caso e flamenguista, Marco Aurélio Mello decidiu contra seu time. Rosa Weber, que não gosta de futebol, criticou a judicialização do tema.E o resto, bem, o resto é o que sabemos.

Francischini no STF contra projeto de Requião

O deputado Fernando Francischini (SD-PR) entrou nesta terça-feira, 25, com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar impedir a tramitação do projeto de abuso de autoridade, relatado no Senado por Roberto Requião (PMDB-PR). O relator do mandado de segurança enviado ao STF é o ministro Luís Roberto Barroso. As informações são de Julia Linder no Estadão.

Requião delatado
na Carne Fraca

O Antagonista

Roberto Requião caiu na Carne Fraca. Segundo o Estadão, o chefe do esquema dos matadouros já assinou um acordo com o MPF e prometeu delatar Roberto Requião e Osmar Serraglio. Aparentemente, Roberto Requião fumou uma picanha estragada.

E por isso não gosta que falem de carne com ele.

Verdadeiro motivo

Segundo o Antagonista, o PSDB disse que só vota a favor da Lei do Abuso de Autoridade se o senador Roberto Requião aprovar uma emenda eliminando o crime de hermenêutica.

Requião respondeu, de acordo com O Globo:

“Não vou aprovar emenda nenhuma do PSDB. Vão à puta que pariu! Que votem contra, e no dia seguinte o Moro prende todos eles se o projeto não for aprovado. Eu fiz a minha parte. Estou de saco cheio”.

Como reconhece o próprio Roberto Requião, a única finalidade de seu projeto é essa: impedir que “o Moro prenda todos eles”.