Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.


O último tango em Curitiba

Estoy acá por mi mala cabeza. Mi padre es general, mi tio haciendero, mi hermano embajador”. Todas as gringas que aportaram em Curitiba nos idos dos anos quarenta e cinquenta, afirmavam o mesmo. Acredito no que diziam. Eram tão bonitas, elegantes, charmosas, que não poderiam ter outra origem. Vieram atraídas pela nossa curta Idade do Ouro. A descoberta do café fez o Paraná rico, generoso, perdulário. No norte, cidades como Londrina surgiam do dia para a noite. Milionários acendiam legítimos havanas com notas graúdas. Em Curitiba, o governo construía palácios. O Centro Cívico, o Teatro Guaíra, jardins de Burle Marx. Comemoramos o centenário da emancipação política com pompa e circunstância. E sobrava para os prazeres mundanos.

Todos os meses, os prefeitos do interior vinham buscar a parte de seus municípios na arrecadação dos impost
os. Era de lei. O artigo vinte da Constituição. As gringas sabiam de cor essa parte da legislação. E conheciam os políticos da época como ninguém.

– Morocha, llegó el artigo viente.

Era a senha para identificar a entrada de cidados deslumbrados, algibeira cheia, ansiosos por mil e uma noites de prazeres. As gringas despertaram paixões. Uma delas, hoje serena sexagenária, jura que por pouco não chegou a mais alta galhardia. Foi pedida em casamento por um político de brilhante carreira que galgou os mais altos cargos no Estado. Imagine uma ex-bailarina do Teatro Colón de Buenos Aires vivendo em pequena cidade de interior. Não cedeu. Foi-se a oportunidade.

Leia mais

Táxi Solidário

‘Táxi Solidário’ é o nome que os taxistas deram a um protesto contra a regulamentação dos aplicativos do transporte como Uber e Cabify. De acordo com a União dos Taxistas de Curitiba, os motoristas farão viagens entre pontos específicos atendidos pelas rotas do transporte coletivo: R$ 20 para grupos de quatro passageiros no mínimo, R$ 5 por pessoa, um valor bem próximo da tarifa de transporte coletivo, que hoje está R$ 4,25. A manifestação não tem data para terminar.
Para divulgar a ideia, panfletos estão sendo espalhados nos principais terminais de ônibus da cidade e pontos de aglomeração de pessoas. Os carros participantes terão identificação visível.
“A nossa ideia é alertar a prefeitura de Curitiba sobre as consequências do decreto que libera Uber e Cabify e o caos que ele vai causar na cidade. O sistema de transporte coletivo vai sentir o impacto da medida”, disse Eduardo Fernandes, presidente da UTC.

Lula, o PT e Meirelles

Lauro Jardim, O Globo

Ontem, em Salvador, Lula criticou Dilma Rouseff por não ter nomeado Henrique Meirelles ministro da Fazenda em 2015. Beleza. Mas com certeza Lula e a bancada do PT precisam conversar. Na Câmara, o líder Carlos Zarattini é um pedrugulho do sapato de Meirelles. Critica cada entrevista do ministro, pedindo investigação do MPF sobre sua carreira na iniciativa privada.

Delação da Polícia Federal ganha apoio no Supremo

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) ouvidos pelo Estado, segundo o site Diário do Poder, sinalizam apoio à possibilidade de que a Polícia Federal celebre acordos de delação premiada. Ao menos quatro integrantes da Corte consideram que é constitucional que a colaboração seja feita por delegado de polícia, como prevê a legislação.

A avaliação interna de um ministro é de que o plenário deve formar maioria para permitir que a PF feche os acordos. O Ministério Público Federal (STF) sustenta que o acordo pressupõe a participação dos agentes que são parte no processo – o que engloba a instituição, mas não a Polícia Federal. O argumento é de que, como cabe ao MP fazer a denúncia, só o próprio órgão pode negociar os efeitos da acusação.

Paraná ganha moderno centro de pesquisa e diagnóstico infanto-juvenil

A vice-governadora Cida Borghetti e o secretário de Saúde Michele Caputo participaram, neste sábado (18), da entrega do prédio do Instituto de Pesquisas Pelé Pequeno Príncipe que abrigará um laboratório genômico e um biobanco. O evento contou com a presença do tricampeão mundial Pelé.

“O Paraná é um dos estados que mais investe em saúde no país. O Hospital Pequeno Príncipe é a prova de que estes investimentos fazem a diferença. Quanto maior a rapidez e agilidade ao diagnosticarmos o câncer em crianças e adolescentes, maiores serão os efeitos positivos do tratamento em longo prazo”, destacou Cida Borghetti.

Leia Mais »

Moro nega pedido de suspensão de interrogatório de Lula

O juiz Sergio Moro negou, nesta sexta-feira, um pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender um interrogatório marcado para 13 de setembro na Lava-Jato. Lula será ouvido na condição de réu em um processo em que é acusado de receber propina da Odebrecht por meio de um terreno que iria abrigar o Instituto Lula e uma cobertura vizinha ao apartamento onde mora, em São Bernardo do Campo, no ABC. As informações são d’O Globo.

Em seu despacho, Moro escreveu que o pedido, feito pelos advogados nesta quinta-feira, “carece de qualquer base legal”. A defesa de Lula pedia mais prazo para analisar documentos anexados ao proceso pelo Minitério Público Federal (MPF) “sem qualquer indicação de origem”. Segundo Moro, os advogados podem protocolar requerimentos sobre as provas ao longo do processo.

Leia Mais »

Cancelamentos de auxílio-doença economizarão R$ 17 bilhões

Estadão conteúdo

O governo prevê economizar R$ 17 bilhões até o fim de 2018 com o cancelamento de auxílios-doença que estão sendo pagos de forma irregular e com a restrição de novas concessões. O balanço parcial da revisão no programa, iniciada em agosto do ano passado, já registra uma economia de R$ 3 bilhões, de acordo com dados do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS) até o mês passado antecipados ao ‘Estadão/Broadcast’.

O auxílio doença é um benefício pago a trabalhadores que, por conta de uma doença ou um acidente, fiquem temporariamente incapazes para o trabalho. Mas os peritos do INSS detectaram fraudes que fazem com que o pagamento seja efetuado por anos a fio. Os casos incluem uma mulher que obteve o auxílio por gravidez de risco e que ainda recebia o benefício cinco anos depois, ou de uma pessoa que quebrou a perna e recebia o benefício havia 12 anos, mesmo depois de a fratura ter sido corrigida.

Leia Mais »

Investigação confirma aposentadoria irregular de Dilma Rousseff

O jornalista Robson Bonin, da revista Veja, publicou com exclusividade que uma sindicância do governo confirmou aposentadoria irregular da ex-presidente Dilma Rousseff. Segundo a denúncia, a petista furou a fila do INSS com ajuda de servidores e obteve benefício sem ter a documentação necessária na ocasião.

Nesta sexta-feira, VEJA obteve as conclusões dessa investigação. No momento em que o PT trava uma luta contra a reforma da previdência, os achados da sindicância não poderiam ser mais desabonadores à ex-presidente petista.

Segundo a investigação, aposentada pelo INSS desde setembro do ano passado, Dilma Rousseff foi favorecida pela conduta irregular de dois servidores do órgão que manipularam o sistema do INSS para conseguir aprovar seu benefício e ainda usaram influência política para conseguir furar a fila de benefícios.

‘Povo enterrará um mito’,
diz Doria sobre Lula

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), voltou a atacar o ex-presidente Lula (PT). No Recife, quarta cidade nordestina que visita em menos de duas semanas, o tucano disse que nas eleições de 2018 o povo irá “enterrar um mito” e reforçou seu papel de antagonista ao petista.

“Espero que ele seja candidato para ser derrotado no voto, porque assim nós enterramos um mito. Depois a Justiça decide se ele vai morar em São Bernardo (SP) ou em Curitiba”, disse à imprensa.

O prefeito repetiu que os 13 anos de governo do PT “quase destruíram o Brasil” e citou os 14 milhões de desempregados como exemplo. As informações são da Folha de São Paulo.

Amor bandido, por Ricardo Boechat

Em pelo menos uma das muitas delações premiadas ainda mantidas em segredo pelos procuradores de Curitiba há o relato de um operador de propinas detalhando seu romance com uma parlamentar federal. De viagens ao exterior, bancadas com recursos público, a brigas movidas por “ciúme doentio”, tudo está narrado ricamente. Detalhe: madame é casada.

Barros visita 80 municípios em pré-campanha a deputado federal

O ministro da Saúde Ricardo Barros tirou uma semana de férias, o que lhe é de direito, porém não será de descanso e sim para visitar parte da sua base eleitoral, tratar da pré-candidatura a deputado federal, costurando também apoios à pré-candidatura de Cida Borghetti, que assume o Governo em abril e disputará a reeleição, e a candidatura de Beto Richa ao Senado.

Segundo ele, no último ano em que está à frente do Ministério da Saúde, a função não lhe tem permitido visitar sua base, cerca de 80 municípios. Como ministro, Ricardo Barros passou por todos os estados do Brasil.

“Eu tiro essas férias para poder organizar politicamente a minha candidatura a deputado federal. Eu sempre fui um parlamentar muito presente em minha base, nas festas, nas reuniões e até nas entregas das minhas emendas parlamentares. Espero encontrar meus amigos, ver quais prioridades e conversar um pouco sobre política”.

Leia Mais »

Richa entrega casas próprias para 397 famílias de Cornélio Procópio

O governador Beto Richa entregou nesta sexta-feira, 18, as chaves das casas próprias para mais 397 famílias de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro. “Elas (família) moram no residencial Martha Dequech, empreendimento que recebeu R$ 17 milhões do Governo do Paraná, governo federal e prefeitura”, disse.

Desde 2011, 100 mil famílias paranaenses foram atendidas na área de habitação e 70 mil casas foram entregues, estão em obras ou com projetos encaminhados. Muitas também tiveram suas propriedades regularizadas. Para o governador, o Estado passa pela maior revolução habitacional da sua história. “Isso mostra a sensibilidade do nosso governo, que entende o quanto é importante para uma família ter a casa própria”, destacou Richa.

Leia Mais »

As manobras petistas na PGR

Mário Simas Filho, IstoÉ

Passando por cima da Lava Jato de Curitiba, o grupo de Rodrigo Janot na procuradoria da República montou um esquema para favorecer o PT e prejudicar adversários do partido, em especial, o PMDB

Há duas semanas, a futura chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge, foi procurada por emissários da Lava Jato de Curitiba. Na bagagem, os integrantes da maior operação de combate à corrupção da história recente do País levaram uma denúncia. No epicentro do escândalo, a entourage do ainda procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Segundo o relato, há cerca de um ano e meio, Janot e sua equipe desenvolveram um roteiro paralelo às investigações da Lava Jato com o objetivo de favorecer o PT e seus principais líderes. Nos últimos dias, sem a anuência da turma de Curitiba, o grupo do procurador-geral resolveu protelar a homologação da delação da OAS, cujo conteúdo – “nitroglicerina pura” para Lula e o PT – já está à disposição da PGR para ser encaminhada ao STF há mais de 10 dias, para dar prioridade máxima à conclusão de forçados acordos com o ex-deputado Eduardo Cunha e o doleiro operador do PMDB, Lúcio Bolonha Funaro. O objetivo da ação seria o de fortalecer uma suposta nova denúncia contra o presidente Michel Temer. Os aliados de Janot querem, a qualquer preço, que as delações de Funaro e Cunha envolvam Temer e a cúpula do PMDB, mesmo que para isso tenham que agir ao arrepio da lei.

Leia Mais »

Pelé e Marcello Richa assinam parceria para projeto social

O secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), Marcello Richa, e o maior ídolo da história do futebol brasileiro, o Rei Pelé, assinaram nesta sexta-feira (18/8) termo de cooperação para o desenvolvimento do Programa Esportivo Lúdico Educacional (P.E.L.E). Idealizado pelo ex-jogador, o projeto será implantado nas atividades de contraturno do programa Escola+Esporte=10 (EE10), da Prefeitura de Curitiba.

“O projeto possui um formato moderno que garante a capacitação dos professores municipais e a aplicação de uma metodologia acessível que irá reforçar o trabalho desenvolvido pela Prefeitura”, disse Marcello Richa. “Somado a isso, conta com o apoio e credibilidade do Pelé, um verdadeiro exemplo de atleta e inspiração para os jovens.”

Leia Mais »

Lula tenta se descolar de Dilma

O Antagonista

De Lula à atual presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, segundo o Radar:

“Ouço que você não é o primeiro poste que escolho. Espero não me arrepender tanto quanto do primeiro.”

A tentativa de se descolar de sua criatura Dilma Rousseff é o enésimo sinal de que Lula está em campanha para 2018.

PIB deve vir próximo de zero

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta quinta-feira, 17, que o produto interno bruto (PIB) do segundo trimestre deverá trazer uma taxa próxima de zero ou mesmo negativa. O resultado deve ser divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no dia 1º de setembro.

Segundo o ministro, a previsão de crescimento menor do PIB oficial no segundo trimestre deve-se ao fato de o produto ter crescido muito ao longo dos primeiros três meses – a expansão foi de 1%. Outro fator é a sazonalidade da agropecuária, que costuma ser mais forte no primeiro trimestre do que no segundo. A agricultura puxou o crescimento do PIB no primeiro trimestre. As informações são da revista Veja.

Governabilidade de Temer ameaçada

Painel, Folha de S. Paulo

A junção dos cacos da cena política forma um retrato que inspira cuidados ao presidente Michel Temer. Se a ala que apoia o governo derrubar Tasso Jereissati da presidência do PSDB e preservar seus quatro ministros, o tucano cairá atirando — e o centrão continuará com fome de cargos. Se Temer, por sua vez, decidir sacar o partido da Esplanada, poderá contemplar os parceiros que lhe restam, mas ficará cada vez mais refém de siglas que têm o fisiologismo como gene dominante de seu DNA.

Para dirigentes de grandes partidos, o cenário é movediço e aponta para uma dificuldade crescente da manutenção da governabilidade no Congresso — e isso em meio à expectativa de uma segunda denúncia de Rodrigo Janot.

‘Entre a Constituição e a Paraíba,
fico com a Paraíba’

Radar On-Line, VEJA

Senador pelo Pará, Flexa Ribeiro anda entusiasmado com um projeto que altera o número de cadeiras por estado na Câmara dos deputados. Lógico, se a proposta passar, a excelência passaria a ter mais quatro conterrâneos na Casa vizinha.

Flexa caiu na besteira de procurar apoio com colegas de unidades da federação que perderiam espaço. Ele gastou saliva para tentar convencer o vice-presidente do Senado, o paraibano Cassio Cunha Lima, de que o projeto tem embasamento constitucional.

Cassio não refrescou: “Flexa, meu amigo, entre a Constituição e a Paraíba, eu fico com a Paraíba mil vezes. Não conta com meu voto”.

Operação em Curitiba mira transporte clandestino de passageiros

da PMPR

O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), juntamente com a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC), a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) e a URBS, desenvolveu uma operação para inibir casos de transporte clandestino de pessoas em pontos estratégicos do Centro de Curitiba na tarde da quinta-feira (17/08). Ao todo oito automóveis e 30 pessoas foram abordados, além de quatro notificações lavradas.

“Os trabalhos foram desenvolvidos nos locais com maior incidência desse tipo de delito. Para tanto estamos aplicando equipes do Serviço Velado para identificar os suspeitos e integrantes fardados para proceder a abordagem”, disse o Comandante do BPTran, tenente-coronel Valterlei Mattos de Souza.

Leia Mais »