Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.

Renan chama candidatura de Meirelles de ‘peso nocivo’

Renan Calheiros enviará uma carta para correligionários formalizando, por escrito, sua oposição à candidatura de Henrique Meirelles.

Confira o documento:

“CARTA AOS EMEDEBISTAS

Venho pedir a todos que fazem o nosso grande partido apoio e empenho na nossa Convenção Nacional de 2 de agosto para defendermos o MDB, mantendo a sua liberdade de selar as melhores alianças em cada estado.

Não podemos permitir que o MDB se preste a servir de legenda de aluguel para a anticandidatura de Henrique Meirelles, lançada para atender ao sistema financeiro. Com menos de 1% nas pesquisas e uma agenda contra o povo, ela nos encolhe e envergonha. Será um peso nocivo para os palanques estaduais e dificultará a eleição de muitos dos nossos melhores quadros.

O momento que o país vive é grave. A economia desmorona em velocidade crescente. Nossa decisão será muito importante para a reinvenção e fortalecimento do MDB, livrando-o das amarras com que pretendem manipulá-lo. Por isso peço seu voto.

Um forte abraço e vamos à luta. Muito obrigado.

RENAN CALHEIROS”.

STJ nega pedido para Lula conceder entrevistas da cadeia

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, negou pedido para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conceder entrevistas de dentro da prisão, em Curitiba, onde cumpre pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.

O pedido foi feito por um advogado de fora da defesa do petista. Ricardo Luiz Ferreira afirmou ao tribunal que a solicitação se justificaria pela defesa de liberdade de imprensa. As informações são do Estadão Conteúdo.

Ao negar, o ministro cita manifestação do advogado de defesa de Lula, Cristiano Zanin, ao STJ, afirmando que o ex-presidente desautoriza “qualquer forma de representação judicial ou extrajudicial em seu nome que não seja através de seus advogados legalmente constituídos para representá-lo”. A declaração foi feita em outro habeas corpus apresentado ao tribunal por advogado de fora da defesa do petista.

No último dia 11, a juíza Carolina Moura Lebbos, da Vara das Execuções Penais de Curitiba (12.ª Vara Federal), negou ao ex-presidente participação em entrevistas e debates e também vetou a saída de Lula da cadeia para ‘participação presencial’ na Convenção Partidária Nacional do PT.

Em SP, Doria abre 10 pontos de Skaf

Levantamento divulgado nesta quinta-feira, 19, pelo Instituto Paraná Pesquisas aponta uma diferença de 10 pontos entre João Doria (PSDB) e Paulo Skaf (MDB) na disputa do governo de São Paulo. No primeiro cenário, Doria lidera com 31,1% e Skaf, 21,1%. Os dois são seguidos por Marcio França (PSB), com 7,9%; Luiz Marinho (PT), 5%; Professora Lisete Arelaro (Psol), 2,7%; Rogério Chequer (Partido Novo), 1,4%; Rodrigo Tavares (PRTB), 1,3%; Claudio Fernando (PMN), 0,4% e Alexandre Zeitune (Rede), 0,2%. Os que afirmaram que não votam em nenhum dos candidatos somam 21,5% e não sabem, 7,4%.

Em cenário com cinco candidatos, os números são esses: Doriua (32,6%), Skaf (22,6%), Márcio França (8,6%) e Luiz Marinho (5%). Nenhum somam 22,9% e não sabe, 7,4%.

O Paraná Pesquisas entrevistou 2 mil eleitores em 843 cidades paulistas entre os dias 12 e 17 de julho. A margem de erro é de 2% e o grau de confiança, 85%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número SP-05341/2018.

Dr. Bumbum e mãe são presos

G1,

O médico Denis Cesar Barros Furtado, o Dr. Bumbum, e mãe dele, Maria de Fátima Furtado, foram presos na tarde desta quinta-feira (19).
Os dois estavam foragidos desde domingo (15), quando a bancária Lilian Calixto morreu após se submeter a procedimento estético na casa de Denis, uma cobertura na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.
Eles foram encontrados por policiais do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) em um centro empresarial na Barra. Segundo a delegada Adriana Belém, da 16ª DP, os dois estavam no escritório de um advogado, com quem ela negociava a rendição. Leia Mais »

Cúpula do Centrão fecha apoio a Alckmin

Estadão,
Líderes de partidos do Centrão fecharam nesta quinta-feira, 19, acordo para apoiar o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) na eleição presidencial. Depois de se reunirem com o tucano em São Paulo, eles indicaram ao pré-candicato do PSDB que a aliança será formalizada até a próxima semana, após conversas internas nas legendas para convencer defensores de uma coligação com o ex-ministro e ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT).
As cúpulas de DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade bateram o martelo, mas precisam aprovar no voto a aliança com Alckmin. Isso correrá nas respectivas convenções nacionais de cada partido – o prazo para realização vai até 5 de agosto.
Em contrapartida, o Centrão cobrou a indicação de Josué Gomes (PR), empresário dono da Coteminas, como candidato a vice-presidente. Ontem, Alckmin disse ter “grande estima” pelo empresário e citou que era muito próximo do pai dele, José Alencar (morto em 2011), que foi vice-presidente no governo Lula (PT).

(Foto: Reprodução/Twitter)

O imbróglio pré-convenções


Como soi acontecer, faltam 15 dias para as convenções estaduais dos partidos e não há nada definitivo nas composições principais. Afora os partidos nanicos e de linha auxiliar que já fecharam contratos, os grandes ainda jogam.

Quem sabe dizer quem vai com Osmar Dias? O MDB de Requião vai, mas as condições são terríveis. Requião quer a vice e coligação nas proporcionais. Osmar tenta outras fórmulas, mas elas já não existem. O PRB e o PSB não estão interessados.

Quem vai com Ratinho Jr? Ora, pois, Ratinho sempre teve o PSD e PSC sob seu comando. Acertou o PR, do Giacobo, e também deve ficar com o PRB, além de uma horda de nanicos.

E a Cida Borgheti? Bem, Cida tem o PP, o DEM, o PROS e mais uma penca graúda de coadjuvantes. Se duvidar, arrisca ficar com PRB, se este desistir do Ratinho Jr. E está perto de um entendimento proposto pelo PSDB, que descartado por Osmar e Ratinho Jr, agora quer ficar na composição com Cida. Difícil, traumática essa aliança, pois se Beto quer o PSDB alinhado com Cida Borgheti, há muito tucano nas campanhas de adversários da governadora. Não será fácil chegar a um acordo confiável.

Discussão na Saúde, população sofre

E o que dizer sobre a notícia que o Sindicato dos Médicos do Estado do Paraná conseguiu liminar na Justiça que impede a terceirização das contratações para UPA da Cidade Industrial?
Hoje, os médicos das UPAs são funcionários públicos concursados. O modelo de contratação para a unidade CIC proposto pela Prefeitura é de contratação terceirizada, o que, segundo os cálculos da Secretaria de Saúde, pode gerar uma economia de R$ 408 mil por mês.
O Sindicato não quer saber disso, quer seus associados concursados, conforme ‘manda a lei’ e o desembargador Benetido Xavier da Silva, do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná concordou que o texto da lei manda concurso; se a Prefeitura desobedecer será multada em R$ 10 mil por dia.  Leia Mais »

R$ 532 mil em móveis novos para Assembleia

Quem está com sofá velhinho em casa ou cadeiras capengas ou poltronas que não abraçam mais como antigamente, vai ter que esperar um pouco para troca dos móveis, porque primeiro precisará pagar a conta da Assembleia Legislativa do Paraná.
A Casa vai abrir pregão para amada de preços para compra de sofás, cadeiras e poltronas. O valor: R$ 532 mil.

 

Da cadeia para casa

A notícia de ontem de que o ex-presidente da Câmara, ex-ministro do Turismo e ex-preso em desdobramento da Lava Jato, Henrique Eduardo Alves, estava a iniciar os movimentos de campanha a buscar vaga na Câmara não pegou bem e seus advogados correram para esclarecer que o cliente não será candidato a nada, que apenas tem se encontrado com políticos amigos ou amigos políticos.

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

 

Toffoli e Franklin, não vai acontecer

Monica Bergamo tem informação diferente de Augusto Nunes: “A possibilidade de ele [Toffoli] contratar o jornalista Franklin Martins para comandar a secretaria de comunicação do STF, também aventada, não se concretizará. Os dois se estranharam quando ocuparam cargos no governo Lula.
Como advogado-geral da União, Toffoli fez um parecer em 2009 contra a revisão da Lei da Anistia. Franklin Martins, então ministro das Comunicações, chegou a dizer que pediria demissão do cargo caso a posição do governo não fosse alterada. Toffoli não mudou o parecer. Franklin Martins ficou no cargo. Mas os dois se distanciaram depois do episódio.”

Toffoli e Franklin: nascidos um para o outro

Augusto Nunes,
Líder estudantil nos anos 70, Franklin Martins virou terrorista na década seguinte ─ mas nunca deu as caras em frentes de combate. Depois da anistia de 1979, prestou serviços ao PT disfarçado de jornalista. Demitido da TV Globo por fuzilar a verdade em todas as reportagens que fez, passou a agir ostensivamente como devoto da seita que só celebra missas negras.
Ministro de Lula, fez o que pôde para instituir a censura à imprensa, sob o codinome “controle social da mídia”. Nesta semana, o Brasil ficou sabendo que Franklin será o chefe da assessoria de imprensa de Dias Toffoli depois que o companheiro de toga assumir a presidência do Supremo Tribunal Federal. Toffoli e Franklin: tudo a ver. Nasceram um para o outro.

(Fotos: Reprodução/Veja)

PT procura um vice

Até hoje, a presidente do PT não conseguiu fechar as alianças significativas que o partido procurava. Agora resolveu oferecer a vice para o PCdoB, que não respondeu sobre o ‘convite’, mas disse que o PT tem acenado com a vaga para todos os lados.
Rifar ideologias e posicionamentos não está pegando bem entre a companheirada.

(Foto: Facebook/Reprodução)

 

Janaina Paschoal animada

Não houve convite, não há conversa em andamento, nada oficial aconteceu, eles nem se conhecem pessoalmente, mas o movimento em torno da possibilidade de Janaína Paschoal compor a chapa de Jair Bolsonaro como vice anima a advogada: “Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue, são duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país, seria algo significativo”.
Janaina é uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma Rousseff.

(Foto: Lula Marques/AGPT)

 

Manuela D’Ávila chamuscada com a esquerda

Manuela D’Ávila, pré-candidata ao Planalto pelo PCdoB, atendeu ao chamado do comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, para um papo e se queimou com a esquerda.
Villas Boas tem conversado com todos os pré-candidatos, o que parece que causou uma dor de cotovelo a Juliano Medeiros, presidente do Psol, que não recebeu o chamado para o seu candidato Guilherme Boulos. Medeiros atacou o encontro da pré-candidata com o general, a dizer que “lugar de milico é na caserna ou cuidando das fronteiras”.
E como dizem lá em Pato Branco, quem desdenha quer comprar, parece que a queixa se dá mais pela ausência de Boulos na lista de presenciáveis do que qualquer outra coisa: “O Psol não foi convidado e se for, não aceitará o convite”.

(Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

Marca anuncia: não vai mais trabalhar com modelos brancas

A MOGA, marca australiana especializada em lenços de cabeça e xales, decidiu que não contratará mais modelos brancas para suas campanhas.
Azahn Munas, fundador da marca, quer abrir um debate sobre “o poder branco na moda e porque tantas pessoas estão perpetuando esse conceito — conscientemente ou não”. Segundo ele, a decisão parece, à primeira vista, excludente, mas trata-se de uma ação para “alcançar pessoas que não são representadas na indústria”.
O anúncio foi feito durante recrutamento de modelos para o ano que vem. A campanha diz que mulheres de todo mundo podem se candidatar, de todos os tipos de corpos e raças — exceto brancas caucasianas. “Desculpa, meninas, achamos vocês absolutamente lindas, mas, infelizmente, essa não é para vocês”, diz o texto.

(Foto: Reprodução/Divulgação)

Debate sobre prisão em segunda instância deve ficar para 2019

Ao que tudo indica, Dias Toffoli vai mandar um balde de água fria à companheirada petista. Ele tem dito a interlocutores que não pretende trazer para o STF as ações que tratam da prisão após condenação em segunda instância ainda neste ano.
Toffoli é a favor da revisão do entendimento atual, ele acha que réus devem aguardar em liberdade até serem julgados por Corte superior, o que poderia favorecer Lula caso o tema viesse à tona antes das eleições.
Ontem, o ministro fez afirmação sobre as diferenças do que ele acredita e do que a Corte precisa.
Aguardemos.

(Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF)

Os clientes de Pereirinha:
Temer, Lula e Richa

Luiz Fernando Pereira é um dos nomes mais bem cotados da advocacia atualmente. Peso pesado na área eleitoral, é contratado pelo alto coturno da política. Já fez pareceres para Michel Temer, é o nome para ser consultado dentro do PT a respeito dos processos na Justiça Eleitoral de Lula e agora tem carta branca para defender Richa.
Pereirinha diz que todo é seu trabalho é técnico e que não mistura preferências pessoais com atuação profissional: “Sou advogado e não militante partidário“.

(Foto: Instituto Paranaense e Direito Eleitoral/Divulgação)

Alvaro ataca

Alvaro Dias resolveu mudar o tom em relação a Geraldo Alckmin, até então, ele vinha apenas negando os insistentes convites para ser vice do tucano. Ontem, foi ao ataque: “Alckmin pode juntar todos os partidos, que nem assim ganha“.

(Foto: Podemos/Divulgação)

 

Marcia Tiburi, a aposta errada do PT no Rio

O PT já começou a lamentar a escolha de Marcia Tiburi como candidata ao governo do Rio. O problema não se dá pelo fato de que a moça não vai se eleger, o partido nem conta com a possibilidade de ter o governo fluminense, mas as contas apontam que ela vai atrapalhar a possibilidade de eleição de deputados. Tiburi, que desfila pela internet a pronunciar seu besteirol filosofal como “Nesse país em que tudo está ‘ultraneofundamentalista’, neopentecostal, neoliberal, o cu é precioso. A gente tem que libertar o cu”, pode atrapalhar muito os planos petistas de conseguir uma bancada numerosa na Câmara.

(Foto: Reprodução/Youtube)

Os salários da EBC

Ontem veio à público a farra dos atestados médicos na EBC, que concentrou uma média de 16 por dia nos últimos seis meses. Hoje chega a escandalosa folha de pagamento da Empresa Brasil de Comunicação, que muitos chamam de Lula News, pela maneira como foi criada em 2008.
Há cinegrafistas que recebem R$ 25 mil; secretária tem remuneração igual de juiz, R$ 27,8 mil; funcionária de contabilidade recebe impressionantes R$ 35,8 mil, tendo que sofrer o abate-teto, para não ultrapassar o salário de ministro do Supremo que é R$ 33,7 mil. Todo mundo concursado.
O orçamento anual da EBC, para tratar as informações oficiais do governo federal, é de R$ 726 milhões e depois querem que o Brasil dê certo.

(Foto: Divulgação/EBC)