Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.

A pedido de Dilma, Odebrecht pagou R$ 4 milhões a Gleisi

unnamed

Em depoimento, Marcelo Odebrecht disse que fornecerá a Lava Jato detalhes de como repassou a quantia milionária para saldar dívidas de campanha de Gleisi Hoffmann em 2014. O recurso, transferido a mando da ex-presidente, não foi declarado e saiu do setor de propinas da empresa

Débora Bergamasco, IstoÉ

Na última semana, Marcelo Odebrecht deu início aos tão aguardados depoimentos à Procuradoria-Geral da República. Acompanhados dos advogados do empresário, homem-chave da chamada mãe de todas as delações, três procuradores tomaram as confissões detalhadas do empreiteiro na sede da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba, onde ele está preso há um ano e seis meses. Lá, Marcelo começou a esmiuçar as histórias que se comprometeu a contar nos anexos assinados com a PGR, na sexta-feira 2.

Leia Mais »

Blindado

temer_afp

Após quase sete meses à frente do Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer fez nesta sexta-feira (9) sua primeira visita ao Nordeste, considerado reduto eleitoral do PT, e optou por eventos fechados ou em pequenas cidades para evitar protestos contra seu governo.

Em Fortaleza, única capital de seu roteiro, Temer participou de um encontro para marcar a renegociação de dívidas rurais com o Banco do Nordeste, realizado em auditório fechado com capacidade de, no máximo, 400 pessoas. As informações são da Folha de S. Paulo.
Leia Mais »

PP reúne prefeitos, vices e vereadores eleitos da RMC e Litoral

cida-barros-maria-victoria

O PP reúne neste domingo, 11, os prefeitos e vereadores eleitos de Curitiba, região metropolitana e litoral. O encontro vai reunir mais de 250 lideranças e contará com a presença da vice-governadora Cida Borghetti, do ministro da Saúde, Ricardo Barros e dos deputados Nelson Meurer, Dilceu Sperafico, Schiavinato e Maria Victória.

(foto: PP)

Renan afrontou o STF, diz Ayres Britto

carlos-ayres-britto-ebc
O gesto do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) de não acolher a decisão liminar do ministro da Corte, Marco Aurélio Mello, que ordenava o seu afastamento do cargo, foi uma “afronta” aos poderes do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta sexta-feira o ex-ministro Carlos Ayres Britto. Segundo ele, o não cumprimento de uma ordem judicial foi o que houve de mais grave e lamentável no episódio que arranhou a imagem tanto do Judiciário quanto do Legislativo.

“No âmbito dos poderes quem fala por último é o Judiciário. E no âmbito do Judiciário quem fala por último é o Supremo”, disse ele nesta sexta-feira, 9, logo após participar de um seminário em São Paulo. Ayres Brito foi ministro do Supremo entre os anos de 2003 e 2010.

Leia Mais »

Perseguição policial deixa BR-277 interditada por uma hora

foto

Uma ação policial bloqueia parcialmente um trecho da BR-277, no perímetro urbano de Curitiba, na tarde desta sexta-feira (9). O bloqueio provocava uma fila desde o km 78 até o km 81, pouco depois das 16h10.

A interdição aconteceu depois que um carro que era perseguido por uma viatura da Polícia Militar acabou batendo contra dois veículos na pista sentido praias. Houve troca de tiros e os ocupantes do carro acabaram detidos.

O acidente aconteceu praticamente embaixo da passarela de pedestres no km 78. Depois de ficar bloqueada por uma hora, a pista já foi liberada. As informações são do Bem Paraná.

Lei Rouanet rendeu R$1 bilhão a dez empresas

Do Cláudio Humberto

Dez empresas podem ter faturado mais de R$1 bilhão utilizando-se dos benefícios da Lei Rouanet, de incentivo à cultura somente entre os anos de 2010 a 2015. Os “maiores proponentes” de recursos públicos por meio do Ministério da Cultura foram compilados pelo deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), um dos mais ativos da CPI da Lei Rouanet, que afirma sua disposição de passar o escândalo a limpo.

Leia Mais »

Osmar Dias recebe homenagem das cooperativas do Paraná

encontro_iv_09_12_2016

Do site Paraná Cooperativo

O ex-senador Osmar Dias também foi homenageado durante o Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses, nesta sexta-feira, em Curitiba. Ele recebeu o Troféu Cooperativas Orgulho do Paraná com os dizeres “ O reconhecimento e a homenagem pelos relevantes serviços prestados ao cooperativismo paranaense”.

Honra – Após receber o troféu, Osmar Dias disse que o cooperativismo lhe concedia duas homenagens, referindo-se à oportunidade de compartilhar da mesma cerimônia em que o ex-presidente do Sistema Ocepar, João Paulo Koslovski, foi homenageado com o “Troféu Ocepar”.

Leia Mais »

Aula prática de corrupção

O ANTAGONISTA

A Polícia Federal prendeu temporariamente três professores da UFRGS e um da Unisinos na Operação PhD. Eles são acusados de desviar quase R$ 6 milhões de projetos de pesquisa na área da saúde.
Pelo esquema, os professores incluíam, nos projetos, bolsistas sem vínculos acadêmicos que recebiam até R$ 6,2 mil por mês. O dinheiro era, então, repassado para o grupo.

Renan enterra substitutivo de Requião que trata de abuso de autoridade

unnamed

Embora Renan Calheiros (PMDB-AL) não reconheça abertamente, o projeto sobre o abuso de autoridade perdeu força e há quem já aposte no “enterro” do texto relatado pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR). O projeto não entrar mais na pauta de votações de 2016. O recuo ocorreu após o Supremo Tribunal Federal derrubar na quarta-feira, 7, a liminar que afastava Renan da presidência do Senado. As informações são de Catarina Scortecci na Gazeta do Povo.

Leia Mais »

PT nativo quer comando sem Gleisi e Verri

unnamed

Os grupos de esquerda prometem avançar sobre os diretórios municipais e estadual do PT do Paraná. As eleições municipais no partido será em 12 de março de 2017 e o congresso estadual, que elegerá novo diretório e executiva estaduais, será entre 24 e 26 de março de 2017. É provável que o grupo comandado por Gleisi Hoffmann, Paulo Bernardo, Enio Verri e Zeca Dirceu perca as eleições para o grupo de Tadeu Veneri, Dr. Rosinha e Professor Lemos.

Leia Mais »

Beto Richa renova apoio às cooperativas do Paraná que fecham ano com R$ 70 bi e três milhões de empregos

unnamed

O governador Beto Richa assinou nesta sexta-feira, 9, em Curitiba, convênio com a Ocepar para capacitação profissional de estudantes dos colégios estaduais agrícola e anunciou a construção de 192 casas para trabalhadores da cooperativa C. Vale de Palotina. “São dois programas importantes. Além da capacitação profissional de alunos, temos uma ação inovadora na área da habitação, com a construção de casas para os trabalhadores da cooperativa”, disse Beto Richa no encontro realizado pela Ocepar, em Curitiba, e que reúne mais de 2 mil pessoas.

Beto Richa reiterou a importância da parceria com a Ocepar e confirmou a continuidade do apoio do Estado que através do BRDE liberou R$ 350 milhões em 2016 em créditos às cooperativas. Em seis anos foram R$ 2,1 bilhões em financiamentos do BRDE contratados com 39 cooperativas. “Recursos aplicados em expansão e modernização da atividade cooperativista e novas unidades industriais”, disse.

Leia Mais »

Procuradoria denuncia Lula por formação de quadrilha

lula

Deflagrada em março do ano passado, a Operação Zelotes surgiu com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em vender decisões do Carf, o tribunal que julga recursos contra multas aplicadas pela Receita Federal. No meio do caminho, investigando lobistas que participavam do esquema, procuradores e policiais esbarraram em outros balcões de negócios de Brasília. Descobriram, por exemplo, que alguns dos suspeitos, os mesmos que vendiam acesso a poderosos gabinetes da capital, tinham atividades extras no mundo do crime. Ofereciam, entre outras coisas, medidas provisórias editadas sob medida pelo governo para atender empresas interessadas em obter benesses oficiais, como incentivos fiscais. As informações são da Veja.
Leia Mais »

Justiça bloqueia bens de Eduardo Paes

paes

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), teve os bens bloqueados pela Justiça do Rio nesta sexta-feira, 9, em ação ajuizada pelo Ministério Público do Estado. O prefeito é acusado de improbidade administrativa na construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra da Tijuca, na zona oeste. Segundo o MP, o peemedebista dispensou a Fiori Empreendimentos Imobiliários do pagamento de taxa ambiental no valor de R$ 1,86 milhão em 2013. A empresa, que fez o campo, também teve os bens bloqueados na mesma decisão. As informações são do Estadão.
Leia Mais »

Três cidades do Paraná devem conhecer novos prefeitos em 2017

paulo-mac-donald

O ano de 2016 está nos seus últimos dias e os moradores de Foz do Iguaçu, Sertanópolis e Piraí do Sul ainda não conhecem os prefeitos que vão administrar as cidades pelos próximos quatro anos. Os candidatos que obtiveram o maior número de votos estão com pendência por irregularidades no registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Os três casos devem julgados pelo TSE somente em 2017, já que o tribunal eleitoral entra em recesso de 19 de dezembro até 31 de janeiro.

Se o TSE não concluir o julgamento dos recursos até 19 de dezembro, quem assume as prefeituras, em caráter temporário, são os presidentes da câmara de vereadores, eleitos pelos pares já em 1º de janeiro.
Leia Mais »

Moro quer Bumlai de novo na prisão da Lava Jato

bumlai

O juiz Sérgio Moro quer mandar José Carlos Bumlai, pecuarista amigo do ex-presidente Lula, de volta para a prisão fechada da Lava Jato. Ele comunicou o ministro Teori Zavascki, relator da Operação no Supremo Tribunal Federal, que Bumlai – condenado no polêmico empréstimo de R$ 12 milhões envolvendo o banco Schahin e um suposto socorro financeiro ao PT – ‘não se enquadra’ mais nas hipóteses de permanência em prisão domiciliar.

Bumlai foi preso em 24 de novembro de 2015 na Operação Passe Livre, desdobramento da Lava Jato. Moro o condenadou a 9 anos e dez meses de prisão por gestão fraudulenta de instituição financeira. As informações são de Fausto Macedo e Julia Affonso no Estadão.
Leia Mais »

Número de paranaenses na malha fina sobe 25%

A Receita Federal recebeu neste ano 1.846.900 declarações do imposto de renda das pessoas físicas relativas ao exercício de 2016. Destas, 34.556 cairam na malha fina, o que representa percentual de 1,87% do montante de declarações apresentadas, índice superior ao do ano passado, quando foram retidas 27.456 das 1.823.809 declarações recebidas, naquele ano, o que representa o percentual de 1,50%. A alta neste ano, portanto, passa dos 25%.

Os principais motivos para o contribuinte ter caido na malha fina da Receita no Estado foi a omissão de rendimentos (14.816 conteibuintes), seguido de despesas médicas (5.324), não comprovação do Imposto retido na fonte e ausência de DIRF (6.243) e pensão alimentícia (1.649). As informações são do Bem Paraná.
Leia Mais »

Governo estuda liberar fatia do FGTS para trabalhador pagar dívidas

A autorização do saque de uma parcela do FGTS para que trabalhadores possam quitar empréstimos com bancos está sendo estudada pelo governo Michel Temer para tentar acelerar a recuperação da economia brasileira.

Outra medida sob análise do Palácio do Planalto é a liberação de recursos que os grandes bancos depositam obrigatoriamente no Banco Central, os depósitos compulsórios, para usá-los no refinanciamento de dívidas de pessoas jurídicas e físicas. As informações são da Folha de S. Paulo.
Leia Mais »

Moro diz ser ‘lamentável’ ação de Lula contra PF

sergio-moro

Do UOL

“Lamentável que autoridades públicas, no exercício de seu dever legal, fiquem sujeitas a retaliações por parte de investigados ou acusados que confundem o exercício do dever funcional com ilícitos.”

Assim o juiz federal Sérgio Moro, dos processos em primeira instância da Operação Lava Jato, deferiu acesso à Advocacia-Geral da União, em despacho desta quinta-feira (8), para que ela defenda a Polícia Federal em ação movida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a equipe de investigações do caso Petrobras. O próprio juiz é alvo de uma ação movida pela defesa de Lula por abuso de autoridade.
Leia Mais »

Inner, a nova empresa de Cláudio Loureiro

Lauro Jardim conta hoje sobre a nova empresa do Cláudio Loureiro. Leia a nota

De volta

Lauro Jardim, O Globo

Eurípedes Alcântara, que deixou a direção de redação da “Veja” em março, depois de doze anos no comando da revista, aceitou o convite do publicitário Claudio Loureiro para montar e liderar o projeto de uma nova empresa de comunicação integrada, a Inner.

Loureiro é dono da Heads, mas a Inner, foi constituída de forma independente da agência e começa a funcionar em São Paulo no começo de 2017.

O objetivo é ser um centro gerador de ideias e produção de conteúdo para seus clientes. Diz Eurípedes:

— A ideia é ajudar os clientes a focar nos fatos positivos que eles e suas empresas produzem, e talvez nem saibam que produzem, de modo que isso seja muito mais forte do que as versões e imagens deturpadas que circulem ou possam vir a circular sobre eles nas redes.

Eurípedes continua escrevendo dois livros. Um, tem o nome provisório de “Uma pequena história das ideias poéticas”; o outro, sobre sua experiência no comando da “Veja”.