Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.

Planalto desmente Jucá: Temer ainda não definiu votação da previdência

O presidente Michel Temer, por meio da assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, desmentiu, nesta quarta-feira, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), que se antecipou ao governo e afirmou que a votação da reforma da Previdência ficará para fevereiro e que isso já estaria acordado com os presidentes da Câmara e do Senado.

A nota divulgada pelo Planalto nesta tarde diz que o presidente espera que seja lido na quinta-feira o novo projeto da reforma da Previdência, de autoria do relator da proposta, deputado Arthur Maia (PPS-BA), e que só depois disso vai conversar com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunicio Oliveira (PMDB-CE), para definir a data de votação. As informações são d’O Globo.

Meirelles, o antes e o depois

Em vídeo postado em seu canal no youtube, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), faz as comparações do antes (2016) e o depois (2017) quando a economia nacional ficou sob seu comando. Lá estão a inflação, taxa de juros, produção industrial e safra agrícola, índices que apontam a retomada do crescimento no País.

Greca e a ‘tranqueira’ da Prefeitura

da Banda B

Um ano se passou e o prefeito Rafael Greca diz que finalmente conseguiu arrumar a ‘tranqueira’ que estava a prefeitura de Curitiba quando assumiu no início do ano. “Estava tudo uma tranqueira, mas agora está tudo arrumado e vou conseguir ser prefeito como gosto de ser”, disse ele em entrevista na manhã desta quarta-feira (13).

Leia Mais »

Voo direto entre Curitiba e Assunção

A Amaszonas Paraguay recebe nesta quarta-feira,13, no Aeroporto Afonso Pena, o voo inaugural entre Assunção e Curitiba. “A nova rota é uma grande oportunidade para estimular novos negócios e o turismo entre o Paraná e o Paraguai. Podemos aproveitar para promover e divulgar destinos paranaenses e paraguaios”, diz a governadora Cida Borghetti.

O trajeto dura cerca de uma hora e meia. Os voos de ida acontecem aos domingos, segundas, quartas e sextas, com saídas do Afonso Pena às 17h20 e chegada em Assunção às 17h50 (horário paraguaio). O retorno sai do Paraguai às 14h20.

Porto de Paranaguá atinge a marca de 50 milhões de toneladas

O Porto de Paranaguá atingiu nesta semana a maior marca de movimentação de cargas de toda a sua história. Foram 50 milhões de toneladas ao longo de 2017. O volume é 11% maior em relação ao ano passado e mais do que o dobro da média dos portos brasileiros, que cresceram 5%. O recorde anterior – de 46,1 milhões de toneladas – ocorreu em 2013.

Nesta quarta-feira (13), o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, visitou o porto e destacou o desempenho do terminal paranaense. “É um momento histórico, que acontece no ano em que o Brasil teve a sua maior safra agrícola”, disse o ministro. “Um resultado maravilhoso, alcançado graças ao trabalho em conjunto de centenas de atores, do Governo do Paraná e da administração do Porto”, afirmou Maggi.

Leia Mais »

Juíza obriga sindicato a retirar críticas a Ricardo Barros das ruas

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, conseguiu uma liminar judicial que obriga sindicatos de policiais a retirarem seu nome e foto de outdoors que criticam a reforma da previdência. A liminar foi concedida pela 16.ª Vara Cível de Curitiba. As informações são de Rogério Galindo no blog Caixa Zero na Gazeta do Povo;

O Sindicato dos Policiais Rodoviários do Paraná e a União dos Policiais do Brasil espalharam cartazes com fotos de políticos paranaenses que votariam a favor das mudanças na previdência sugeridas pelo governo de Michel Temer. Entre eles, está Ricardo Barros, deputado federal eleito e atualmente no cargo de ministro.

Leia Mais »

Luersen acompanha Osmar Dias

O líder do PDT na Assembleia Legislativa, deputado estadual Nelson Luersen, acompanhou, na semana passada, o ex-senador Osmar Dias em encontros com lideranças políticas da região Oeste do Paraná para colher ideias para o futuro plano de governo que partido pretende apresentar nas eleições de 2018. Tanto em Cascavel quanto em Foz do Iguaçu, segundo Luersen, Osmar destacou a importância de se elaborar um projeto que garanta maior segurança, investimentos em infraestrutura e geração de emprego e renda, para recolocar o Estado no caminho do desenvolvimento.

Leia Mais »

Jucá deve secar fonte de Requião

O PMDB fará uma reunião nesta quarta-feira (12) para decidir como será feita a divisão do fundo de financiamento de campanha. O presidente do partido, Romero Juca (RR), deve secar a fonte de recursos do senador Roberto Requião que comanda a sigla no Paraná. Adversários de Requião o acusam de malversar os recursos do partido em benefício próprio e de campanha do filho na disputa da prefeitura de Curitiba em 2016. Requião também é acusado de usar o dinheiro do partido para pagar multas eleitorais.

PSDB fecha questão a favor da reforma da Previdência

O PSDB decidiu nesta quarta-feira, 13, fechar questão em relação à votação da reforma da Previdência. O fechamento de questão significa que todos os 46 deputados devem seguir a orientação do partido, com a possibilidade de punição em caso de votarem de forma contrária. A legenda, porém, não deverá definir qualquer retaliação em caso de descumprimento.

Bolsonaro e Francischini, os mais influentes nas redes sociais

Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Delegado Francischini (SD-R) estão na frente do ranking entre os deputados mais influentes nas redes sociais, conforme levantamento da FSB Comunicação. A coluna Painel da Folha de S. Paulo desta quarta-feira, 13, aponta que dos 20 mais influentes, 15 são contrários à reforma da Previdência. Bolsonaro, Francischini e Décio Lima (PT-SC), os três primeiros colocados no ranking, votam contra a reforma.

Previdência: Kaefer apresenta emenda em defesa dos municípios

A Reforma da Previdência é o principal debate deste ano no Congresso Nacional e o deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR) apresentou uma emenda modificativa à PEC da Previdência que protege os interesses dos municípios brasileiros. A emenda prevê que as alíquotas dos entes locais não precisam estar vinculadas à definida pela União na PEC, mas que tenha como base a avaliação atuarial. “A mudança é fundamental, na medida em que a realidade do déficit da União e dos municípios é discrepante. Todos os municípios juntos têm um déficit que totaliza menos um décimo do exposto pela União”, justifica Kaefer.

Diante da relevância do assunto, a CNM (Confederação Nacional dos Municípios) abraçou a emenda de Kaefer e já iniciou a mobilização para sua inclusão na PEC.

Leia Mais »

“Vou brigar até as últimas consequências”, promete Lula


Durante reunião com deputados e senadores do PT nesta quarta-feira, 13, em Brasília, o ex-presidente Lula disse que vai “brigar até as últimas consequências” para provar que é inocente na sentença do juiz Sérgio Moro, que deve ser confirmada pelo TRF-4 no dia 24 de janeiro.

“Eu quero deixar vocês tranquilos. Quero ser inocentado e aí ser candidato”, afirmou; para Lula, o objetivo do julgamento no TRF-4 é tentar evitar que o PT volte ao governo. “Nós aqui no Brasil ainda estamos um pouco anestesiados”, analisou, para então propor que a militância reaja aos ataques dos adversários: “Só tem um jeito: reagindo. Quem achar que ficar quieta é a saída, não vai sobreviver”, disse.

No evento, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) foi eleito novo líder do PT na Câmara. Do blog 247.

Ciro pede a Lula que desista

Pré-candidato à Presidência em 2018, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) afirmou que a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é um “desserviço a ele próprio e ao país”, e que o julgamento do processo contra o petista pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), marcado para 24 de janeiro, “muda profundamente” o cenário para as eleições de 2018, caso Lula seja condenado e fique inelegível. Ao ser informado da data do julgamento, Ciro disse que torce para que o ex-presidente seja absolvido pelo tribunal mas que não concorra ao Planalto Do blog 247.

Todos pela reforma da Previdência

Os quatro governadores que compõe o Codesul, se reuniram em Porto Alegre e assinaram documento em favor da reforma da Previdência. Prometeram mobilizar os deputados federais de cada um dos estados para apoiar o projeto do governo Michel Temer. Estão convencidos de que se a reforma não for feita, o país sofrerá graves consequências. E lembraram que todos os estados do Codesul fizeram as reformas nas suas previdências estaduais, enfrentaram corporações e pagaram um preço político alto. Cida Borghetti, governadora em exercício, representou o Paraná e assinou o documento.

Ratinho Jr candidato a governador


Uma das manobras preferidas nesta fase da disputa eleitoral é dizer que o adversário não será candidato. A vítima agora é Ratinho Jr, que perde tempo desmentindo os concorrentes que dizem, como se fizessem grande revelação, que Ratinho Jr será mesmo candidato a senador.

Ora, pois, Ratinho Jr é o único que não tem qualquer obstáculo que lhe impeça disputar o governo do Paraná. E passou a figurar na ponta em todas as pesquisas de opinião. É candidato e não há o que lhe faça mudar de ideia.

O jogo não acaba em 24 de janeiro

O próprio Lula está convencido de que a sua participação como candidato nas próximas eleições ainda levará muito tempo, “muito mais do que gostaria o Moro”. “Os que deram o golpe não iriam mesmo conformar-se com um retorno de Lula à Presidência depois de tudo o que fizeram para encerrar o ciclo dos governos petistas. Mas o jogo vai além de Lula e não termina em 24 de janeiro”, escreve a colunista do 247 Tereza Cruvinel.

“Haverá ainda jogo jurídico, pois mesmo com Lula condenado e esgotados os recursos na segunda instância antes de agosto , ele pode reabrir a batalha judicial, nos tribunais superiores, quando tentar registrar sua candidatura e ela for indeferida. Poderá concorrer sub judice, como fizeram muitos prefeitos em 2016, com toda a carga de incerteza que isso traria para a disputa”, completa.

Moro acredita que Lula não conseguirá ser candidato

Radar On-Line, VEJA

Lula agora sabe quando o Tribunal Regional Federal começará a decidir seu futuro, no dia 24 de janeiro, data do julgamento do recurso do ex-presidente contra a condenação no caso do Tríplex.

Se os procuradores mantiverem a sentença de primeira instância, Lula ficará inelegível. E o que pensa o autor da decisão originária?

Reservadamente, Sergio Moro tem dito que não cogita a possibilidade de o petista conseguir disputar a eleição de 2018.

PF faz buscas na Câmara

O Globo

A Polícia Federal realiza buscas na Câmara dos Deputados, na manhã desta quarta-feira, em Brasília, no Distrito Federal. Os agentes atuam em dois gabinetes da Casa. Os alvos da ação, autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), são os deputados Carlos Gauguin (Podemos) e Dulce Miranda (PMDB), os dois do Tocantins.

Dulce é mulher do governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB).

Os pedidos para a ação de hoje foram feitos feitos pela Procuradoria Geral da República (PGR) se referem 6ª fase da Operação Ápia, com objetivo de cumprir 16 mandados de busca e apreensão e além de oito intimações.

A ideologia partidária do paranaense

Perto de um terço (29,81%) dos parananenses, a maioria na pesquisa do IRG, não sabe qual sua ideologia partidária, mas 27,15% se declararam de direita e 24,64%, de centro. Na esquerda estão 11.02% e na centro-esquerda outros 2,84%. Na centro-direita, 4,54%. O IRG entrevistou 1,5 mil eleitores entre os dias 29 de novembro e 6 de dezembro em 150 cidades.