Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.

Greca lidera com 28%, diz Ibope

grafico

O candidato Rafael Greca (PMN) lidera a disputa a prefeito de Curitiba com 28% das intenções de voto, revela pesquisa Ibope divulgada agora há pouco pela RPC/TV Globo. Greca é seguido por Gustavo Fruet (PDT) com 19%, Requião Filho (PMDB) com 16%, Ney Leprevost (PSD) com 6%, Maria Victoria (PP) com 4%, Tadeu Veneri (PT) com 2%, Ademar Pereira (Pros), Afonso Rangel (PRP) e Xênia Mello (Psol) com 1%. A pesquisa foi encomendada pela RPC.

O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 19 e 22 de agosto. A margem de erro é de 4%. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o protocolo PR-04300/2016.

Fruet, o rejeitado

fruet

O Ibope também apontou a rejeição dos candidatos. A maior rejeição é a de Gustavo Fruet (25%). Na sequência, aparecem Requião Filho (21%), Rafael Greca (15%), Maria Victoria (12%), Ney Leprevost (11%), Xênia Mello (11%), Tadeu Veneri (10%), Ademar Pereira (6%) e Afonso Rangel (6%).

O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 19 e 22 de agosto. A margem de erro é de 4%. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o protocolo PR-04300/2016.

Em Londrina, Belinati lidera com 55%, diz Ibope

marcelo-belinati

Pesquisa Ibope divulgada na noite desta terça-feira, 23, aponta Marcelo Belinati (PP) faturando a prefeitura já no primeiro turno com 55%. Sandra Graça (PRB) que vem atrás está com 8%, seguida de Valter Orsi (PSDB) com 5%; Luciano Odebrecht (PMN) com 2%; Odarlone (PT) também 2%; Paulo Silva (PSOL), com os mesmos 2%; André Trindade (PPS) e Flávia Romagnoli (Rede) marcam 1% cada. Brancos e nulos ficaram em 15%; e não souberam ou não responderam, 9%.

O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 19 e 22 de agosto. A margem de erro é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o protocolo PR-09340/2016.

Proibição a doação privada pode ser revista, diz Gilmar Mendes

gilmar-mendes2

Crítico contumaz da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que pôs fim ao financiamento privado de campanhas políticas, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, que conduz este ano a eleição com o maior número de candidatos da história – até 580.000 políticos concorrerão pela preferência do eleitorado –, acredita que a disputa de outubro servirá como teste para que se avalie se é mesmo necessário barrar as doações feitas por empresas a candidatos. Em meio a investigações que colocam PT, PMDB e PP, os três principais partidos do petrolão, sob risco de serem extintos, Gilmar Mendes alerta para novas formas de recolher doações de forma ilegal, diz que prestações de contas de candidatos não podem ser um “faz-de-conta” e afirma que banir empresas do processo político não deve ser encarado como a “refundação da República”. A seguir os principais trechos da entrevista concedida a Larryssa Borges na Veja.
Leia Mais »

Em instantes, Ibope em Curitiba e Londrina

A RPC divulga daqui a pouco as pesquisas eleitorais do Ibope para Curitiba e Londrina. São 602 entrevistados em cada cidade. Além da intenção de voto e o interesse pelas eleições, o Ibope mediu as avaliações dos governos Gustavo Fruet (Curitiba), Alexandre Kireeff (Londrina), Beto Richa (Paraná) e Michel Temer (governo federal). A pesquisa de Curitiba está registrada no TSE sob o número 04300/2016 e a de Londrina, sob o número 09340/2016.

Assembleia começa a analisar novas medidas do ajuste fiscal

Assembleia

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa analisa em sessão extraordinária nesta quarta-feira, 24, as medidas que modernizam a gestão administrativa e tributária do Estado. Por iniciativa do relator do projeto, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) e consenso na base aliada, o projeto enviado foi dividido em seis proposições. “O objetivo dessa divisão é separar as propostas por tema, para que sejam melhor compreendidas”, disse Romanelli.

“Faremos uma ampla discussão dos projetos, inclusive para evitar interpretações equivocadas. Vamos discutir todos os temas, ter todas as informações necessárias. Não há nenhum atropelo na votação destes projetos”, completou o líder do Governo.

O regime de urgência para votação das matérias, esclarece Romanelli, foi pedido porque algumas matérias tratam de questões tributárias, exigindo a observância do prazo de noventa dias da data em que tenha sido publicada a lei até sua entrada em vigor.
Leia Mais »

Título de Vargas cola em Julio Küller

vargas

Em Ponta Grossa, o título de cidadão honorário ao ex-deputado André Vargas (ex-PT) colou na candidatura a prefeito de Júlio Küller (PMB). O título proposto por Küller foi concedido em 5 de abril de 2012 na época em que Vargas era vice-presidente da Câmara dos Deputados e uma das estrelas do petismo nacional. Agora com o ex-deputado condenado e preso por envolvimento nas propinas do Petrolão, o título de cidadania causa desconforto ao candidato a prefeito.

Em 2012, Küller destacava que o título era um agradecimento ao deputado pelo trabalho em prol de Ponta Grossa.

“Nosso objetivo é cumprimentá-lo pelo trabalho, pelos recursos do governo federal que tem viabilizado para o Município. São serviços relevantes para a cidade e por isso, ele é merecedor do título”, declarou.

‘Todos os outros candidatos fazem
parte da Lava Jato’,
diz Xênia Mello

xeniamello _psol

No debate da Band desta segunda-feira, 22, a candidata do PSOL Xênia Mello disse que todos os candidatos à prefeitura de Curitiba, exceto ela, estão envolvidos na Lava Jato, “sou a única candidata que não está na Lava Jato. Todos os outros candidatos fazem parte da Lava Jato pelos seus partidos”, afirmou Xênia, que queria associar a imagem dos concorrentes à corrupção.

Disse também: “Eu sou a única candidata que não tem parente na política, eu sou a única candidata que usa o transporte público”. As afirmações deram direito de resposta a todos os candidatos, alguns salientaram que não têm parentes na política, outros se justificaram dizendo que nem todos são corruptos.

Mas ninguém disse que anda de transporte público.

Calma, gente

O senador Requião publicou em sua conta no twitter (Roberto Requião ‏@requiaopmdb) a notícia de agressão de cidadão contra ele. Os ânimos andam exaltados. Há radicais com vontade de bater em defensores de Dilma Rousseff. Calma, gente.

“Sou brasileiro, patriota e me orgulho disto.Um canalha tentou me desaforar no aeroporto. Teve a resposta e o tratamento que merecia.”

Internet é opção de lazer preferida de quase metade dos brasileiros

internet

A televisão vem progressivamente perdendo seu reinado entre os brasileiros. De acordo com um levantamento feito pela Kantar Ibope Media, 44% dos entrevistados concordam com a frase a “Internet é a minha principal fonte de entretenimento” e 59% dos internautas recorrem primeiro à internet quando buscam qualquer tipo de informação. As informações são de Ernesto Neves na Veja.

Na sequência das atividades mais realizadas pelos respondentes da pesquisa está assistir e/ou baixar vídeos (69%), ler notícias nacionais e internacionais (61%) e ouvir música (38%). A pesquisa revela também que o acesso a internet é móvel: 68% dos respondentes navegam de seus smartphones, enquanto 60% deles entram na internet a partir de computadores

A pesquisa representa os hábitos de 47% da população brasileira entre 12 e 75 anos, o equivalente a 83 milhões de pessoas.

(foto: Veja)

Governo federal descarta aumento de impostos até 2017

-

Atendendo a uma determinação do presidente interino Michel Temer, a área econômica do governo já decidiu que não haverá aumento de impostos até 2017. A afirmação foi feita nesta terça-feira, 23, no Rio de Janeiro pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ao garantir que, em consequência, é inegociável a decisão, já tomada pelo governo, de atrelar os gastos do ano seguinte apenas à variação da inflação.

Eliseu Padilha disse que, com isso, cortes de gastos serão necessários e deverão atingir os diversos segmentos da economia.

O ministro deu as informações em entrevista, no Rio Media Center, para apresentar, ao lado do prefeito Eduardo Paes, o balanço final dos Jogos Olímpicos de 2016. As informações são da Agência Brasil.

PGR suspende negociação de delação com Léo Pinheiro, da OAS

leo-pinheiro

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou a suspensão das negociações de delação premiada do ex-presidente da empreiteira OAS Léo Pinheiro. A informação foi publicada nesta segunda-feira pelo jornal O Globo. A determinação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vem na esteira da revelação por VEJA de que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli foi citado na proposta de delação de Pinheiro. As informações são de Veja.
Leia Mais »

“Lava Jato” vira centro do primeiro debate na TV em Curitiba

foto-franklin martins

O primeiro debate entre os candidatos a prefeito de Curitiba, ontem, na TV Bandeirantes, foi marcado por ataques generalizados entre os concorrentes, dando o tom do que será a campanha municipal deste ano. Depois de um início morno, o confronto “esquentou” com questionamentos sobre o passado político dos participantes, alianças e vinculações com partidos e pessoas envolvidas nas investigações da operação Lava Jato.

O prefeito e candidato à reeleição, Gustavo Fruet (PDT) foi cobrado por supostas promessas de campanha não cumpridas, e ações como o fechamento de berçários. O pedetista devolveu argumentando que conseguiu manter e ampliar investimentos apesar da crise, e buscou vincular o candidato do PMN, Rafael Greca, ao governador Beto Richa (PSDB) e ao ex-prefeito Luciano Ducci (PSB). Greca, por sua vez, procurou lembrar das obras que fez quando prefeito e a criticar a atual administração pela falta de realizações. As informações são do Bem Paraná.
Leia Mais »

Partidos doam R$ 16 mi na largada da campanha

partidos

Na largada da primeira campanha municipal com proibição de doações de empresas, os partidos abriram os cofres para socorrer os candidatos. As primeiras prestações de contas publicadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que as direções nacionais e estaduais das legendas distribuíram R$ 16,6 milhões em recursos públicos, oriundos do Fundo Partidário, a 220 candidatos a prefeito e a vereador. As informações são de Daniel Bramatti, José Roberto de Toledo, Rodrigo Burgarelli e Guilherme Duarte no Estadão.
Leia Mais »

A indústria e a lição dos erros

Editorial, Estadão

Progresso econômico para valer, sem o risco de mais um voo de galinha, só será possível se o governo tiver aprendido as lições da crise – pelo menos em grau suficiente para evitar a repetição dos piores erros cometidos entre 2010 e 2015. Um dos enganos mais graves foi a política de estímulos fiscais e financeiros a setores e grupos, com enorme desperdício de dinheiro, desastrosa sangria do Tesouro e grave perda de produtividade e competitividade. A economia brasileira será mais segura, se a primeira reação do presidente Michel Temer, ao ouvir a expressão “política industrial”, for de cautela e até desconfiança.
Leia Mais »

Vazamento de citação a Toffoli em delação abre crise entre STF e MPF

dias_toffoli

Mônica Bergamo, Folha de S. Paulo

O vazamento de informações que envolvem o ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), na delação da OAS abriu uma crise entre a corte e o Ministério Público Federal. O ministro Gilmar Mendes diz que os magistrados podem estar diante de “algo mórbido que merece a mais veemente resposta”.

DO BEM
Além de defender que seja investigada a possibilidade de os próprios procuradores terem vazado a citação a Toffoli, Mendes faz críticas contundentes a algumas das dez propostas de combate à corrupção elaboradas pelo Ministério Público Federal. “Eles estão defendendo até a validação de provas obtidas de forma ilícita, desde que de boa-fé. O que isso significa? Que pode haver tortura feita de boa-fé para obter confissão? E que ela deve ser validada?”
Leia Mais »

Candidatos à Prefeitura de Curitiba arrecadam R$ 1,2 milhão na 1ª semana

Sete dos nove candidatos à prefeitura de Curitiba neste ano já declararam ter recebido um total de R$ 1.232.000 em doações à Justiça Eleitoral. Os outros dois — Afonso Rangel (PRP) e Ney Leprevost (PSD) — ainda não declararam nenhum valor.

Por enquanto, a maior arrecadação é do candiadto do PMN à prefeitura, Rafael Greca – R$ 600 mil. Ele declarou ser o único doador, até o momento, de sua campanha. Maria Victória (PP) aparece com o maior segundo volume de doações: R$ 300 mil. Ela declarou que os recursos vieram dos partidos que a apoiam — além do PP, integram a coligação PMB, PR, PHS, Solidariedade e PRTB.

O terceiro com a maior arrecadação até a tarde de ontem era Gustavo Fruet (PDT), que tentará a reeleição: R$ 187 mil. A campanha de Fruet informou à Justiça Eleitoral que o valor foi doado por pessoas físicas. Já Requião Filho (PMDB) declarou ter recebido R$ 100,1 mil via doações de partidos. O candidato também é apoiado pela Rede Sustentabilidade. As informações são do Bem Paraná.
Leia Mais »

STF marca para dia 30 julgamento de Gleisi e Paulo Bernardo

gleisi

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para terça-feira (30) o julgamento sobre denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo. A data foi anunciada nesta segunda-feira (22). As informações são da Agência Brasil.

Em maio, Gleisi e Bernardo foram denunciados ao Supremo sob a acusação de terem recebido R$ 1 milhão para campanha da senadora em 2010. De acordo com depoimentos de delatores na Operação Lava Jato, o valor é oriundo de desvios de contratos da Petrobras. Ambos foram citados nas delações do doleiro Alberto Youssef.
Leia Mais »

Paranhos pede licença do mandato na Assembleia para se dedicar à campanha

O deputado Paranhos (PSC) pediu licença, sem remuneração, do mandato na Assembleia Legislativa para se dedicar integralmente à campanha de prefeito em Cascavel. “Apresentei hoje (segunda-feira, 22), meu pedido de licença da Assembleia Legislativa, pelo período de 30 dias, sem direito a remuneração, para me dedicar aos debates e à discussão do nosso plano de governo com a sociedade de Cascavel”, disse Paranhos no facebook.

Ranking nacional aponta Sanepar em 1º lugar no desempenho financeiro

mounir-chaouwiche

A Sanepar foi a empresa do setor de água e saneamento com melhor desempenho financeiro de 2015, segundo o levantamento da revista Época Negócios que circula neste mês e apresenta o ranking com as 300 melhores empresas do Brasil. Na classificação geral do setor, a Sanepar se posiciona em segundo lugar e entre as 300 melhores do país está na posição 89ª.

Para o presidente Mounir Chaowiche, a classificação da Sanepar no ranking resulta da resposta da empresa à crise. “A manutenção das obras para a ampliação da oferta de serviços, os investimentos criteriosos e a dedicação e eficiência do corpo de empregados são os diferenciais da Sanepar. Apesar das dificuldades, mantemos a empresa na rota traçada e com conquistas de alto valor”, afirmou Chaowiche.
Leia Mais »